- Publicidade -
- Publicidade -
24.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Três mil profissionais da rede municipal de Balneário Camboriú capacitados sobre Autismo & Inclusão Escolar  

Cerca de três mil profissionais da rede municipal de ensino de Balneário Camboriú, assistiram a palestra ‘Neuroaprendizagem e Autismo, Estratégias para Inclusão Escolar’, do pedagogo Eugênio Cunha, nesta quinta-feira (29), na Igreja Embaixada do Reino de Deus. 

O encontro que foi realizado pela Associação de Pais e Amigos do Autista (AMA Litoral) e Secretaria de Educação, aconteceu em dois turnos. No período da tarde reuniu também profissionais de outros 18 municípios da região.

Secretário da Educação Marcelo Achutti e presidente da FEAMAS, Cátia Franzoi (Divulgação)

Cátia Purnhagen Franzoi, uma das fundadoras da AMA Litoral em Balneário Camboriú e atual presidente da Federação Catarinense das AMAS (FEAMAS) disse que há algum tempo vinham planejando esta capacitação para orientar os professores sobre o desafio da inclusão em sala de aula e apresentar diferentes maneiras de ensinar. 

“Este momento especial aconteceu esta semana junto com os professores da rede municipal, levando informações sobre as intervenções com crianças e jovens da rede municipal para um grande grupo. A AMA possui o Projeto Itinerante e esse momento foi uma palestra complementar do projeto que estamos realizando dentro da Secretaria da Educação. Este 

- Publicidade -

ano tivemos oportunidade, porque a Secretaria da Educação aceitou a proposta e a parada pedagógica aconteceu, dia 29, fazendo com que os professores tivessem oportunidade de estarem presentes a essa palestra que a AMA Litoral ofereceu”, comentou Cátia.

Na platéia, professores da rede municipal (Divulgação)

O palestrante é especialista no assunto, escreveu vários livros, entre eles “Autismo e Inclusão” e “Práticas Pedagógicas para Inclusão e Diversidade”.

“O professor Cunha é do Rio, já participamos juntos de vários eventos no Estado, gosto da abordagem, dos exemplos que ele apresenta em suas palestras e em suas obras, então a AMA contratou esse profissional”, disse Cátia. A AMA ofereceu um kit de alimentação aos professores.

Em seu pronunciamento, Cátia falou sobre a importância desta capacitação e abordou o crescimento da Federação Catarinense das AMAS.

“A proposta deste encontro foi levar informações aos colegas educadores, para que consigamos estar cada vez mais próximos, trabalhando em prol da criança e do jovem que tem autismo, desenvolver e entender todo processo para que eles consigam estar integrados em todos os meios da sociedade.

Esse engrandecimento do conhecimento se reflete no crescimento da Federação que hoje tem 10 anos, começamos com nove AMAS e hoje temos 41 e atualmente, 22 em fase de elaboração de estatuto, se organizando, para futuramente oferecerem atendimento dentro dos seus municípios”, resumiu Cátia, agradecendo o apoio da Secretaria da Educação de Balneário Camboriú que disponibilizou ‘esse momento para nós’. 

O secretário da Educação, Marcelo Achutti, disse que a capacitação foi abrangente, não apenas para professores, porque atendeu também agentes de alimentação, pessoal da limpeza, porque todos têm contato direto com a criança que tem algum grau de autismo. 

“Foi uma das melhores capacitações e um dos melhores temas que a AMA Litoral nos proporcionou”, concluiu o secretário.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -