- Publicidade -
24.3 C
Balneário Camboriú

Em Itajaí, Ciro Gomes diz que Bolsonaro ensinou os filhos e as ex-mulheres a roubar

Ele se apresenta como a ‘terceira via’ na disputa de Lula e Bolsonaro

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), disse em Itajaí, nesta sexta-feira, 29, que Jair Bolsonaro é ‘picareta, incompetente, mentiroso e desastrado’.

Na entrevista concedida à imprensa, o ex-governador do Ceará, ex-ministro da Fazenda de Itamar Franco e ex-ministro da Integração Nacional, acionou a metralhadora giratória, atingindo também Lula da Silva.

Ao elogiar o Estado, engrenou que “O povo de Santa Catarina é austero, valoriza a decência, a pequena propriedade, o trabalho como caminho do êxito pessoal e familiar. O povo de Santa Catarina tem uma cultura de progresso e exige dos governantes práticas republicanas e o que aconteceu aqui [a expressiva votação no Bolsonaro] foi o que aconteceu em todo o Sul, Nordeste, Centro Oeste. O povo viu o que querem esconder, a maior crise econômica que foi gerada pelo PT, que está aí e que o Bolsonaro está agravando, mas essa crise nasceu com o PT, não foi o Bolsonaro quem produziu; é o maior escândalo de corrupção da história moderna do Brasil, em que a população viu, com seus próprios olhos, malas de dinheiro no apartamento do Geddel Vieira Lima, que o Lula nomeou ministro e a Dilma nomeou vice-presidente da Caixa Econômica”.

Ciro disse que o povo votou em Bolsonaro para protestar, “mas votar sem olhar a biografia do cara… francamente, o Bolsonaro é um picareta, 28 anos integrando o baixo clero, picareta, corrupto, roubava o dinheiro da gasolina, ensinou os filhos a roubar, ensinou as ex-mulheres a roubar. O Bolsonaro é um incompetente, um desastrado, um mentiroso”, assinalou.

Petrobras

O pré-candidato defendeu que a Petrobras se mantenha sob o controle do Estado e disse que a recomprará se ela for vendida e ele se eleger Presidente.

Balneário Camboriú

- Publicidade -

Sobre Balneário Camboriú, Ciro disse que é um privilégio estar em um dos principais destinos turísticos do Brasil, elogiando os ‘belos restaurantes, ações culturais extraordinárias, um povo extremamente hospitaleiro e caloroso e uma cultura exuberante’.

Na parte da tarde ele prosseguiria viagem a Florianópolis.

Entrevista

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -