- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Bailarina Yasmim representa Balneário Camboriú na fase final do Festival Catarinense de Dança

“A arte cura e alimenta a alma, e deveria ser experimentada por todos”, diz a especialista em Jazz Dance

A bailarina Yasmim Gervasio Meireles, 25 anos, natural de Camboriú, representou Balneário Camboriú na terceira etapa classificatória do Festival Catarinense de Dança, na semana passada (5 a 7) no ginásio multieventos Sérgio Lorenzato e conquistou o Prêmio Revelação.

Com este prêmio, Yasmim garantiu sua classificação para a fase final do Festival, que vai acontecer em junho, em Concórdia.  

Especialista em Jazz Dance, iniciou os estudos de Ballet Clássico, Dança Contemporânea e Jazz há 10 anos.Yasmim fez parte do ballet do Faustão (2018-2021), e foi bailarina escolhida para o quadro Show dos Famosos em 2019. Hoje é diretora, coreógrafa e bailarina do Grupo de Dança Yasmim Meireles, de Balneário Camboriú. Além de bailarina é empreendedora com a fundação da sua própria marca de roupas de dança: Pulse Dance.  

- Publicidade -
Foto: Gabriel Félix

Nesta entrevista Yasmim fala sobre o amor pela dança que começou na infância, sua carreira e seus projetos, entre eles, a criação do Jazz Femme, que tem foco na transformação através da dança.

Acompanhe:

JP3 – O que representa o prêmio de bailarina Revelação que ganhou no Festival Catarinense?

Yasmim – Ganhar o prêmio de bailarina Revelação é um sinal de que estou no caminho certo! A dança sempre esteve presente em mim, é minha forma de expressão mais poderosa e uma parte essencial de quem eu sou…Poder fazer isso e ainda ser reconhecida, não há dinheiro que pague.

JP3 – É a primeira vez que participa deste festival? Yasmim – Sim! É a primeira vez que participo representando o meu Grupo de Dança Yasmim Meireles. 

JP3 – Qual a expectativa para a etapa final?

Yasmim – Estamos super ansiosos pela final! Não somente pelas premiações, mas sim por ter a oportunidade de vivenciar, aprender e trocar experiências com artistas incríveis! 

- Publicidade -
Foto: Letícia Passos

JP3 – Quando e onde iniciou na dança?

Yasmim – Iniciei a dança com 4 anos de idade na cidade de Camboriú, no Grupo de Dança Recriarte. Iniciei os estudos de Ballet Clássico e me especializei em Jazz Dance. 

JP3 – Costuma participar de festivais? 

Yasmim – Há 20 anos como bailarina, participei de várias competições no Brasil e exterior, com destaque para o Festival de Dança de Joinville (SC) e Festival Alliance Dance World Competition (Los Angeles, EUA).

JP3 – Quais os prêmios mais importantes da carreira? 

Yasmim – Entre todos os prêmios recebidos durante minha carreira como bailarina, gosto sempre de destacar minha participação como bailarina do Faustão de 2018 a 2021, além de ter sido a bailarina escolhida para o quadro Show dos Famosos em 2019. Fui também premiada como melhor bailarina do Festival de Dança Abydos, Garopaba, entre outros. 

JP3 – Qual o tipo de dança que mais atrai? 

Yasmim – O Jazz Dance é a minha verdadeira paixão, foi por isso que escolhi estudar,  me especializar e focar cada vez mais na modalidade. Hoje destaco o Jazz Femme, uma modalidade fundada por mim, com o propósito de transformar mulheres através da dança.

Foto: Alyria Mendonça

JP3 – O que é o Jazz Femme?

Yasmim – O Jazz Femme se diferencia de outras modalidades de dança pelo seu enfoque na autoestima, autoconhecimento e consciência corporal. Ele busca promover a conexão, permitindo que as mulheres desenvolvam uma maior percepção do seu corpo e dos seus movimentos, além de explorarem sua expressividade e sensualidade de forma saudável e empoderada. Enaltecendo o empoderamento feminino. Essa modalidade de dança é caracterizada por movimentos dinâmicos e expressivos, que combinam técnica, ritmo e muita sensualidade. Uma modalidade voltada para mulheres de todas as idades e níveis de habilidade, se você está em busca de uma atividade física que vá além dos benefícios físicos, o Jazz Femme pode ser a opção ideal para você. Junte-se a essa comunidade de mulheres que estão descobrindo uma nova forma de se expressar através da dança! 

JP3 – A dança é valorizada em Balneário Camboriú?

Yasmim – Assim como no Brasil, gostaria que fosse mais valorizada! Isso porque a arte cura e alimenta a alma, e deveria ser experimentada por todos. Ainda assim, percebo que o nosso governo municipal sempre busca apoiar os artistas locais…

JP3 – O que não pode faltar em um bailarino? 

Yasmim – Além do amor? O foco! Quando você tem paixão pela dança, você trabalha incansavelmente para melhorar suas habilidades, superar seus desafios… Ser um bailarino é um trabalho duro e exige muito esforço e dedicação. Mas quando você tem paixão, disciplina, técnica sólida e confiança, você pode superar todos os desafios e alcançar seu potencial. Nunca desista dos seus sonhos e continue a trabalhar duro para aprimorar suas habilidades. E o mais importante de tudo: dance sempre com o coração!

JP3 – Quais os principais objetivos da carreira como profissional?

Yasmim – Ah são tantas coisas! Mas posso resumir em: ser uma grande referência no mundo da dança, seja como bailarina ou empreendedora. Tenho caminhado muito para isso, hoje foco muito no Grupo YM e minha marca de roupas Pulse Dance  (site: https://pulsedance.com.br)

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -