- Publicidade -
21.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Dia do Riso: pessoas de ‘riso fácil’ falam sobre os benefícios que uma boa gargalhada traz

Você certamente já ouviu a clássica frase “Rir é o melhor remédio”, mas talvez não saiba que nesta terça-feira (18) é comemorado o Dia Internacional do Riso. 

O propósito destas datas comemorativas é lembrar, orientar e divulgar a sua motivação, neste caso, a importância e os benefícios de rir – da vida, com amigos e, por que não, de si mesmo!

Em tempos de pandemia, que espalhou (e ainda espalha) ansiedade, medo e preocupação por todo o planeta, o riso tornou-se ‘artigo raro’.

Em tempos de correria cotidiana, justificativa mais utilizada com o advento da tecnologia, muitas pessoas esqueceram de sorrir, não tem tempo para dar uma boa gargalhada e esqueceram que rir faz bem para a saúde, porque ajuda a liberar os hormônios da felicidade, a distensionar os músculos e ainda melhora a pressão sanguínea, relaxando o corpo e a mente! 

E aí, você já riu hoje?

O Página 3 ouviu três moradores de Balneário Camboriú que são ‘pessoas de riso fácil’ que compartilham o quanto rir realmente faz bem! A repórter do Página 3, Renata Rutes, também escreveu um artigo especial para esta reportagem. Acompanhe: 

.

Leandro e seu fiel Logan (Credito: Arquivo Pessoal)

Leandro Zimmermann

50, Representante Comercial, tem o dom de animar qualquer ambiente festivo ou não, com sua alegria, seja contando piadas, ‘causos’ ou apenas respondendo de forma espontânea e alegre, ‘estilo comediante’.

Ele conta que sempre foi assim e acredita que herdou do avô paterno, que era muito extrovertido. 

“Ele era uma pessoa alegre e contava piadas frequentemente. Tinha bom relacionamento e uma empatia enorme pelas pessoas. Acho que tenho herdado dele um pouco desse comportamento”, disse Leandro.

Para ele, o sorriso fortalece energias boas e abastece a vida. “Com isso podemos compartilhar tentando ser agradável dentro do possível”, completou Leandro.

.

Iris já é conhecida pelo riso fácil (credito: Marco Aurélio Castro de Sá)

Iriscelia Alves Bezerra (Iris)

58, Gerente Administrativo/Financeiro, distribui alegria e sorrisos por onde passa. Ela disse que é tudo espontâneo, natural, faz parte do seu cotidiano. 

“Sempre tive em meu coração que o sorriso abre portas, a alegria nos conecta com Deus, e acho importante o sorriso para contagiar amigos, familiares, ou até mesmo alguém que esqueceu o quanto vale um belo sorriso. Uma pessoa alegre não se entrega a nada, está sempre disposta”, disse Iris.

Ela está tratando um câncer de mama e disse que nada disso a impediu de alegrar as pessoas.

“Realmente por onde vou eu levo essa alegria, lá na Unacon (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia), em Itajaí, todos me conhecem e falam isso”, comentou.

.

Dalys nasceu no Dia do Sorriso (credito: Arquivo Pessoal)

Dalys Marlene Musskopf Geiser

64, Gerente Administrativo na Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Balneário Camboriú, carrega o dom da boa disposição, confessa que sorrir é para ela algo tão natural como respirar e lembra que nasceu no dia 18 de janeiro, no Dia do Sorriso.

“Será que esse dia foi criado para me homenagear”, perguntou em tom de brincadeira. 

Por valorizar muito o convívio social, Dalys entende que o melhor é exercê-lo intensamente com um riso fácil, sincero e espontâneo. 

Encaro o sorriso como nosso melhor cartão de visitas. ‘De cara’ ele indica nossa personalidade, nosso estado de espírito, nosso acolhimento, nossa atenção, enfim, nosso jeito de ser. Expressar nosso sorriso aproxima as pessoas. Todos são atraídos por este gesto tão simples e que movimenta apenas 12 músculos faciais, mas que traz infinitos benefícios a quem o recebe e a quem o dá”, afirmou.

Ela conta que tem convicção de que direcionar o olhar com um sorriso, ilumina os olhos, consequentemente, de quem o recebe; contagiar os outros através do sorriso é algo medicinal. Um sorriso, acompanhado de palavras gentis é sem dúvida, a melhor forma de nos tornar inesquecíveis. 

“Penso que já nasci com um sorriso no rosto! Oferecer nosso sorriso será algo impagável para alguém que o necessita e não custa absolutamente nenhum centavo. Sorrir para alguém é a melhor forma de dizer: Você é importante, você é especial e eu me IMPORTO com você”, acrescentou.

Dalys garante que não é difícil e sugere que as pessoas comecem a praticar neste Dia do Sorriso. 

“Sejamos praticantes deste lindo exercício sendo semeadores de sorrisos! Pratique! Verá que a colheita renderá muitos e belos sorrisos para você”, concluiu.


“Rir é o melhor remédio”

Por Renata Rutes, jornalista e repórter do Página 3

(foto/credito: Arquivo pessoal)

“Desde pequena, sempre ouvi que tenho meu ‘jeitinho único’, que minha risada contagia e que sou muito alegre e simpática. Realmente, minha risada é alta e acho até mesmo que é um pouco escandalosa (risos), mas não posso negar que sou uma pessoa de riso fácil, isso até mesmo a minha chefe, Marlise, editora do Página 3, me disse quando me convidou para escrever este artigo para nossa reportagem especial.

Acredito que não devemos jogar confete em nós mesmos, mas me vejo e dizem que sou uma pessoa muito intensa. Tenho emoções muito a flor da pele, e no que se refere ao riso, é espontâneo! Busco ter bom humor, ser comunicativa com as pessoas, acolher, e isso se reflete em minha profissão, já que diariamente converso com muita gente. 

Acredito que rir é o melhor remédio! Eu quebrei o pé no início de dezembro/2021, mas sempre tentei ver a situação com bom humor. “Fazer o quê? Já aconteceu!”, pensava comigo mesma. 

E é isso, a vida é para ser vivida e acredito que não há nada melhor do que uma boa gargalhada para deixar os momentos simples ainda mais especiais.”


- Publicidade -
- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: