- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

André Bessa, 14 anos, de Balneário Camboriú, é o novo recordista brasileiro na marcha atlética

Três atletas do IABC/FMEBC conquistaram medalhas de ouro no Campeonato Catarinense de Marcha Atlética, realizado neste sábado (27), em Timbó e a equipe de Balneário Camboriú comemorou o troféu de vice-campeã catarinense, atrás de Blumenau e na frente de Itajaí.

Destaque para André Bessa dos Santos Melo, 14 anos, bicampeão catarinense nos 5kms (categoria Sub-16), que concluiu a prova em 25´32s e estabeleceu o novo recorde brasileiro da categoria (marca anterior era de 26’22”).

Mayara Vicentainer foi a melhor nos 20km feminino. Na mesma prova, Karlana Pavinato foi medalha de bronze, ambas registrando sua melhor marca pessoal.

- Publicidade -

Ruan Sechini também conquistou o título dos 5km na categoria Sub-18.

“Fiquei muito feliz de poder participar de mais um Campeonato Catarinense de Marcha, e mais ainda, com a quebra do recorde. Foi um resultado muito especial pra mim. Além disso, pude conversar com algumas pessoas que são exemplo para mim, e tudo isso é muito legal. O resultado da equipe também foi excelente, conquistando o 2° lugar geral”, disse o novo recordista brasileiro.

André vem se destacando no cenário nacional, no ano passado conquistou o título de vice-campeão brasileiro, em outubro e em dezembro, foi bronze nos Jogos Sul-Americanos Escolares, no Chile.

Os técnicos Diogo e Daia Gamboa com a equipe vice-campeã catarinense (Foto: Douglas Mendes)

A equipe viaja no próximo dia 18 para disputar a Copa Brasil de Marcha Atlética, em Vitória, seletiva para formação da seleção brasileira que disputou o Sul-Americano, dia 10 de março, no Recife.

Na Bolívia

Tábata, bronze no Sul-Americano na Bolívia. (Foto CBAt)

O sexto pódio deste final de semana veio com a medalha de bronze que a atleta Tábata Vitorino (IABC/FMEBC) conquistou nos 400m rasos, do Sul-Americano Indoor de Atletismo, neste domingo (28), em Cochabamba, na Bolívia.
“Mesmo com as dificuldades da altitude de 2.500m acima do nível do mar, a atleta que representou Balneário Camboriú conquistou mais essa medalha internacional para o atletismo local e contribuiu com o título sul-americano por equipes do Brasil”, comemorou o técnico do IABC/FMEBC, Diogo Gamboa.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -