- Publicidade -
- Publicidade -
23.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú ficou em 10º lugar nos Jogos Abertos: Itajaí foi a campeã geral pela quarta vez

FMEBC já pensa na próxima edição: garantir um 7º lugar

A 61ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) terminou no domingo (20), em Rio do Sul, com Balneário Camboriú terminando em 10º lugar, com 47 pontos: 10 medalhas de ouro, 12 de prata e 16 de bronze. 

(Divulgação/FMEBC)

A campeã geral da competição foi Itajaí, pela quarta vez, com 225 pontos. Blumenau ficou em segundo lugar com 183 pontos, seguido de São José, em terceiro, com 164 pontos. Depois Florianópolis, em quarto, com 129; Chapecó, em quinto, com 108; e Rio do Sul, em sexto lugar na classificação geral dos Jasc com 77 pontos.

A etapa estadual dos Jasc em Rio do Sul contou com a participação de 6.500 atletas de 115 municípios disputando 46 troféus. 

- Publicidade -

Segundo o superintendente da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú (FMEBC), Osmar de Miranda, o Mazinho, no contexto geral, o desempenho de Balneário atendeu as expectativas, estando ‘dentro do planejado’. 

“Ano passado, obtivemos a nossa melhor colocação da história, conquistando o 8º lugar, e neste ano ficamos em 10º. Todas as modalidades têm destaque, mas o que mais chamou a atenção foram os atletismos, tanto feminino quanto masculino. Conquistamos, pela primeira vez, o troféu de bronze da competição, devido aos destaques nas provas de revezamento 4x100m e 4×400, com duas medalhas de ouro; as duas medalhas de prata da velocista Anny Caroline de Bassi, nos 100m e 200m; e as três medalhas de Tatiele de Carvalho, ouro nos 10.000 metros, prata nos 5,000 metros e bronze nos 1.500 metros”, diz.

Mazinho também cita o vôlei de praia, triathlon, o taekwondo, boxe e jiu-jitsu. 

“Conseguimos fazer pontuação com resultado expressivo. O investimento para termos esse resultado é feito a todo momento pela FMEBC, através do suporte aos nossos atletas, transporte, uniforme… anualmente, investimos perto da casa de R$ 10 milhões. Para o JASC a despesa bate em torno de R$ 80 mil. Levamos cerca de 200 atletas, sendo uma das maiores delegações”, acrescenta.

Mazinho pontua ainda que a meta para 2023 para Balneário é ser melhor do que em 2021, ficando pelo menos em 7º lugar, mantendo os atletas medalhistas e buscando novos talentos para fortalecerem a delegação de Balneário. 

“Ano que vem iremos ainda mais fortes para conseguir atingir esse objetivo. Agradeço o trabalho de todos os professores, disposição dos atletas em defender o nosso município, ao nosso diretor Mário Tetto, que nos 10 dias de evento coordenou tudo e por isso não tivemos nenhum problema, com a logística correta, amor e carinho em prol de nossos atletas. O trabalho continua e ainda mais forte”, acrescenta.

Itajaí: 4 vezes campeã geral

Itajaí conquistou este ano o quarto título na história dos Jasc, já que venceu as edições de 2014, 2015 e 2017.

- Publicidade -

Os 225 pontos vieram principalmente dos títulos, no masculino, da  ginástica artística, jiu-jitsu, tênis, triatlon, vôlei de praia e os títulos do feminino da bocha, voleibol e xadrez. No último dia de competição, neste domingo (20), Itajaí foi campeão no voleibol e xadrez, ambos no feminino.

O superintendente da FMEBC aproveita para elogiar a vizinha e grande campeã, Itajaí, a qual define como ‘grande potência’, pontuando que Balneário compartilha de ‘muitos bons momentos’ com a cidade. 

“Temos um trabalho em parceria com o Everton da Veiga, diretor executivo da Fundação Municipal de Esportes de Itajaí, com atletas competindo pelas duas cidades, e ficamos extremamente felizes em saber que o título geral ficou na região da Amfri”, comenta.

Medalhistas de Balneário Camboriú

Atletismo

Tatiele de Carvalho – 10.000m – ouro

Douglas Hernandes Mendes da Silva – 400m – ouro

Alana Amorim, Anny Caroline de Bassi, Erica Mayara da Silva, Stefanie Cechin – revezamento 4x100m – ouro

Alana Amorim, Anny Caroline de Bassi, Erica Mayara da Silva, Stefanie Cechin – revezamento 4x400m – ouro

Anny Caroline de Bassi – 100m – prata

Anny Caroline de Bassi – 200m – prata

Douglas Hernandes Mendes da Silva – 200m – prata

Tatiele de Carvalho – 5.000m – prata

Carlos Lusian da Silva Mariano – salto com vara – bronze

Douglas Hernandes Mendes da Silva, Joao Moniz Barreto de Aragao Mello Junior, Maximino Kunen Junior, Victor Augusto Carpeggiani  – revezamento 4x400m – bronze

Gabriela Aline Grunow – 100m – bronze

Lilian Dumes Bittencourt – 5.000m marcha atlética – bronze

Stefanie Cechin – 400m – bronze

Tatiele de Carvalho – 1.500m – bronze

Boxe

Ederson Oliveira Nones – 52kg – ouro

Willian Pereira Ramos – 75kg – prata

Tarsis Santana Lopes – 63kg – prata

Tacio Santana Lopes – 57kg – bronze

Vitor Hugo Moreno Gomes dos Santos – 81kg – bronze

Gustavo Guzzo de Aquino Leite – bronze

Ginástica Artística

Emerson Anderson da Costa – solo – prata

Emerson Anderson da Costa – cavalo com alças – bronze

Jiu-Jitsu

Edy Magalhães – pluma – ouro

Cleidi Ferreira – super pesado – ouro

Cleidi Ferreira – absoluto – ouro

Sol Ataia – médio – prata

Jeison Silva – leve – bronze

Bruno Gambini – médio – bronze

Sérgio Souza – meio pesado – bronze

Taekwondo

Júlia Tavares de Sousa – poomsae – ouro

Brenda Thalita Lima de Lima – poomsae – ouro 

Brenda Thalita Lima de Lima e Edward Eugênio Torcatto de Oliveira – poomsae dupla – prata

Triathlon

Gabriel da Silva Klein – prata

Amanda Moro, Bruna Carolina de Azevedo Stolf, Giulia de Araujo Bortolotto – prata

Gabriel da Silva Klein, Leonardo Marquardt Bibow, Robson de Freitas Lourenco Bonaldi, Luis Henrique Ohde – bronze

Bruna Carolina de Azevedo Stolf – bronze

Vôlei de Praia

Leize Bianchini e Aline Lebioda Barranco – prata

Tony Celso Mafra Junior e Daniel Zeferino Lazzari – bronze

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -