- Publicidade -
- Publicidade -
26.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Grêmio vira sobre o Fluminense com show de Suárez e é vice do Brasileirão

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O Grêmio venceu o Fluminense de virada por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (6), no Maracanã, e encerrou o Brasileirão com o vice-campeonato.

Os gols foram marcados por Suárez, duas vezes, e Galdino para os gaúchos, e Arias e John Kennedy para o Flu.

Na despedida, o primeiro – e o segundo – dele no Maracanã: Suárez deu show no Maracanã, marcando um golaço no primeiro tempo, e, no segundo outro de pênalti, de cavadinha. O uruguaio foi ovacionado na capital carioca.

- Publicidade -

Vice-campeão: com 68 pontos, o Tricolor Gaúcho encerra a Série A com a segunda posição. Foram 21 vitórias, cinco empates e 12 derrotas, que fizeram a equipe de Renato Gaúcho ultrapassar o Flamengo e o Atlético-MG na última rodada.

O JOGO

O confronto começou equilibrado no Maracanã. O Fluminense assustou com chute de Cano do meio-campo, e o Grêmio respondeu com boa jogada de Suárez pela direita. Cano voltou a levar perigo após ótima trama, mas parou na defesa de Caíque.

A insistência surtiu efeito aos 31 minutos, quando Rodrigo Ely cortou com a mão a tentativa de drible de Martinelli, e o árbitro assinalou o pênalti. Arias cobrou com categoria e abriu o placar.

A virada gremista veio pouco depois, em um intervalo de dois minutos: aos 42, Suárez recebeu sozinho nas costas da zaga, disparou pela intermediária, driblou Fábio e marcou um golaço. Aos 44, após bola mal rebatida pela defesa carioca, Galdino pegou a sobra e mandou um chute firme no cantinho.

Na segunda etapa, Suárez prolongou o show: aos 17, sofreu o pênalti em falta de Guga. Reinaldo ia para a cobrança, mas, sob a ovação e pedidos da torcida, o uruguaio foi para a bola e marcou um belo gol de cavadinha.

Minutos depois, o Flu teve a chance de diminuir: John Kennedy fez boa jogada pela direita e soltou uma bomba. Caíque espalmou, e, na sobra, sozinho, Cano cabeceou para fora.

- Publicidade -

Liderado por John Kennedy, o Flu reagiu e foi para cima. E foi com o camisa 9 que o time diminuiu: ele recebeu de Lima pela intermediária, deixou dois para trás e chutou no canto, com muita categoria, para marcar o segundo dos donos da casa.

Nos minutos finais, o Grêmio se fechou no campo de defesa e administrou o resultado para assegurar o vice-campeonato.

Na despedida no futebol brasileiro, o atacante Suárez foi bastante celebrado pela torcida do Grêmio. Ele foi ovacionado quando teve o nome anunciado na escalação, e teve o nome gritado também pouco antes de a bola rolar.

No último jogo do Fluminense antes do embarque para o Mundial de Clubes, a torcida gritou “é campeão” pouco antes do time entrar em campo, e depois cantou uma música que zoa os rivais e lembra a participação do Tricolor na competição, que será realizada na Arábia Saudita.

No momento que a notícia do gol do Bahia se espalhou pelo Maracanã, e o Vasco ainda empatava sem gols, a torcida do Fluminense cantou músicas em zoação ao rival. “Arerê, o Vasco vai jogar a Série B” e “Hoje é uma noite especial, você não pode perder, o Vasco vai morrer”.

Fluminense e Grêmio voltaram do intervalo e se organizaram em campo, mas o segundo tempo demorou a começar, o que gerou questionamentos dos jogadores e vaias das arquibancadas. Enquanto isso, delegado do jogo e os árbitros esperavam o aval para recomeçar – na última rodada, as partidas devem acontecer simultaneamente. Quando a bola rolou, aplausos dos torcedores.

Enquanto Suárez se preparava para a cobrança de pênalti, o Red Bull Bragantino empatou o jogo com o Vasco. A torcida do Fluminense celebrava o resultado do rival quando o atacante uruguaio partiu para a bola, balançou a rede e fez a torcida do Grêmio comemorar.

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Assistente 1: Danilo Simon (SP)

Assistente 2: Luiz Alberto Andrini (SP)

VAR: Jose Claudio Rocha Filho (Fifa/SP)

Cartões amarelos: André, Nino e John Kennedy (Fluminense); Rodrigo Ely, Reinaldo, Kannemann e Suárez (Grêmio)

Gols: Arias, aos 31 minutos, Suárez, aos 43, e Galdino, aos 45 do 1º tempo; Suárez, aos 18, e John Kennedy, aos 35 do 2º tempo

FLUMINENSE

Fábio; Guga (Yony González), Nino (Thiago Santos), Felipe Melo (John Kennedy), Marcelo (Diogo Barbosa); André, Martinelli, Ganso (Lima); Keno, Arias e Cano. T.: Fernando Diniz

GRÊMIO

Caíque; João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann e Reinaldo; Villasanti (Cristaldo), Pepê (Ronald) e Felipe; Galdino (Natã), Ferreira (Cuiabano) e Luis Suárez (João Pedro Galvão). T.: Renato Gaúcho

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -