- Publicidade -
21.4 C
Balneário Camboriú

Interessados em participar do Conselho Municipal de Esportes devem inscrever-se até 22 de fevereiro

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Entidades não governamentais como associações, federações, confederações, paratletas, universidades e outros que queiram integrar o Conselho Municipal de Esportes de Balneário Camboriú (CMEBC) têm prazo até 22 de fevereiro para cadastrar seus representantes. A eleição está marcada para 3 de março, na Câmara de Vereadores. O edital de convocação foi publicado no último dia 22.

O Conselho é formado por cinco representações governamentais e cinco não governamentais. 

A presidente interina do Conselho, Gévelyn de Almeida disse que agora é o Fórum Eletivo de entidades não governamentais.

“No dia 3 de março será feita a eleição das entidades não governamentais e após a eleição da Mesa Diretora. O próximo presidente que assumir será governamental. Ele sairá das representações municipais”, disse.

- Publicidade -

Gévelyn assumiu a presidência quando o professor de judô Sérgio Borba se licenciou para concorrer a uma vaga no Legislativo e a Fundação Municipal de Esportes, que ocupava a vice-presidência através de seu superintendente Osmar de Miranda (Mazinho) não assumiu a vaga. Por este motivo Gévelyn que era primeira secretária, assumiu interinamente o cargo. Richard Ramirez é o segundo secretário. 

Gévelyn fala sobre mudanças, planos e melhorias que precisam acontecer e a principal delas é uma participação maior e mais efetiva das entidades.

Participação é essencial 

“Venho criticando porque normalmente as entidades aparecem somente quando tem recursos envolvidos. É uma das prerrogativas, a participação, porque o conselho é consultivo, deliberativo e fiscalizador, mas as entidades só aparecem quando tem debate de recursos. Estamos tentando nestas últimas gestões, suscitar novas entidades que possam participar e assim auxiliar esse importante colegiado para debater, discutir, deliberar sobre as questões do esporte da cidade”, enfatizou Gévelyn.

Planos e melhorias

- Publicidade -

“Temos muita coisa para desenvolver. Estamos lutando para que o sistema Bolsa Atleta e Fundesporte, nos editais do município, sejam eletrônicos. Para informatizar e buscar sustentabilidade, criamos uma página em nossa gestão do Conselho Municipal de Esportes no Facebook, onde trabalhamos com a transparência da publicidade das nossas atas, trazendo reuniões para as pessoas conhecer os passos; trouxemos professores de BC para fazer lives e mostrar sua atividade para que a comunidade possa conhecer o que é feito no esporte de Balneário Camboriú, com os seus atores principais, professores e os respectivos atletas, alunos. Em novembro o coordenador do Programa Bolsa Atleta Federal Mosiah Rodrigues palestrou para conselheiros e funcionários da Fundação que lidam diretamente com o processo do Bolsa Atleta. O papel do conselho é absorver o conteúdo apresentado para implementar no municipio um sistema informatizado para inscrição e validação do nosso Bolsa Atleta”, acrescentou.

Mudanças

“Pretendemos deixar para a próxima gestão a reformulação da Lei 3344/2011, regimento interno, até para conseguirmos maior representatividade de outras lideranças, como  professores e atletas, por exemplo. Precisamos que as entidades participem ativamente, estamos estudando uma prerrogativa para tornar essa participação mais efetiva e não ocasional, como vem acontecendo hoje”, destacou a presidente. 

Questionamentos do vereador

“Acerca dos questionamentos do vereador Gottardo sobre o Bolsa Atleta e Fundesporte, podemos informar que em virtude da pandemia, há muitas dúvidas com relação a esses processos. É importante esclarecermos à comunidade sobre estes questionamentos, o que deverá acontecer nos próximos dias. Posso enfatizar que tem sido muito criterioso em virtude da pandemia, o conselho municipal está estudando a possibilidade de fazer um Plano Municipal de Contingência para o esporte com diretrizes sanitárias, como fez a educação. É necessário dizer que a informatização dos editais, Bolsa Atleta, Fundesporte é uma solicitação que vem de encontro a lei que rege que todo protocolo tem que ser eletrônico, para garantir transparência e agilidade. Queremos trazer isso o mais breve possível para nossa realidade. O esporte local também foi impactado pela pandemia, estamos planejando elaborar nosso plano, para que os nossos esportistas estejam assegurados, cumprindo todos os protocolos estabelecidos”, disse Gévelyn.

Inscrições

A inscrição deverá ser enviada à Casa dos Conselhos, localizada na Rua 1.822, nº 1510, até às 18h, do dia 22 de fevereiro, em envelope lacrado com as documentações citadas no edital disponível aqui.

Eleições 

As eleições estão marcadas para 3 de março, às 14h, na Câmara de Vereadores. A votação será secreta e a apuração do resultado será realizada após a eleição. Os conselheiros eleitos terão mandato de um ano, encerrando em dezembro, com direito a reeleição por igual período uma única vez.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -