- Publicidade -
- Publicidade -
30.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Palmeiras vence o Fluminense e é virtual campeão brasileiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Vai ser muito difícil algum dos concorrentes diretos tirar o bicampeonato seguido do Palmeiras, seu 12° título nacional.

Com a vitória sobre o Fluminense por 1 a 0 no Allianz Parque, pela penúltima rodada do torneio, a equipe alviverde chegou aos 69 pontos e praticamente botou as mãos na taça do Brasileiro-2024.

A pontuação ainda pode ser alcançada por Atlético-MG, Flamengo e Botafogo, que também podem chegar à 20 vitórias que o Palmeiras atingiu neste domingo. O improvável é que um desses três consiga alcançar o saldo de gols palmeirense: 31 gols. O Atlético-MG tem saldo de 23 gols, o Flamengo, 15, e o Botafogo, também 23.

- Publicidade -

De concreto mesmo, o que a vitória do Palmeiras determinou foi a exclusão do Grêmio da lista de possíveis campeões. A equipe gaúcha, que logo mais (18h30) enfrenta o Vasco em Porto Alegre, tem 62 pontos e pode chegar no máximo a 68.

O Fluminense começou bem o jogo e chegou a ter duas oportunidades de gol, mas a partir da metade do primeiro tempo os donos da casa foram crescendo e se impuseram.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Zé Rafael deu um passe em profundidade para Breno Lopes, que venceu o zagueiro tricolor na corrida e bateu de pé esquerdo para vencer o goleiro Fábio.

A equipe teve dois gols anulados no primeiro tempo. Um aos 16 minutos, por toque de mão na bola de Endrick antes de Breno Lopes marcar, e outro aos 40, quando a bola saiu pela linha de fundo antes de Marcos Rocha cruzar para novamente Breno Lopes marcar.

O Palmeiras continuou melhor no segundo tempo. E a situação do Fluminense se complicou com a expulsão do lateral direito Justen, aos 8 minutos.

No Maracanã, o Flamengo bateu o Cuiabá por 2 a 1 e chegou aos mesmos 66 pontos do Atlético-MG. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, Luiz Araújo abriu o marcador para o rubro-negro. Nos acréscimos do primeiro tempo, aos 48, Pedro ampliou.

Aos 33 minutos do segundo tempo, Clayson, de pênalti, diminuiu para o Cuiabá.

- Publicidade -

A partida marcou a despedida de Felipe Luís da equipe carioca.

Às 18h30, o Botafogo, um dos que ainda podem, matematicamente, tirar o título do Palmeiras, recebe o Cruzeiro no estádio Nilton Santos (Engenhão).

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA)/SC

Assistente 1: Kleber Lucio Gil/SC

Assistente 2: Alex dos Santos/SC

Árbitro de vídeo: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (VAR-FIFA)/RN

Público e renda: 29.986/R$ 2.711.928,35

Cartões amarelos: Gustavo Gómez (Palmeiras) e Lima e Lelê (Fluminense)

Cartão vermelho: Lucas Justen (Fluminense)

Gol: Breno Lopes (PAL), aos 30min do 1º tempo

PALMEIRAS

Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez e Murilo; Mayke (Artur), Zé Rafael (Fabinho), Richard Rios, Raphael Veiga e Piquerez (Vanderlan); Breno Lopes (Jhon Jhon) e Endrick (Flaco López). T.: Abel Ferreira

FLUMINENSE

Fábio, Lucas Justen, Thiago Santos (Isaac), David Braz (André) e Diogo Barbosa; Alexsander, Daniel (Martinelli) e Lima; Leo Fernández (Keno), Yony González (Lelê) e John Kennedy. T.: Fernando Diniz

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -