- Publicidade -
- Publicidade -
21.8 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Rafael Matos, atleta da ADK Tennis, de Itajaí, vai às quartas no ATP de Córdoba, na Argentina

Ymanitu Silva recebe premiação como melhor paratenista do país pela Confederação Paralímpica do Brasil

Rafael Matos, atleta da ADK Tennis, de Itajaí, campeão de duplas mistas do Australian Open, estreou com vitória, na noite desta quarta-feira, no ATP 250 de Córdoba, na Argentina, evento sobre o piso de saibro com premiação de US$ 642 mil.

Matos, que alcançou sua melhor posição com o 26º lugar do ranking nesta semana, sendo o número 1 do Brasil, e o espanhol David Vega, derrotaram a dupla do brasileiro Marcelo Demoliner e do italiano Andrea Vavassori por 2 sets a 1 com parciais de 6/4 1/6 10/3 após 1h19min.

“Foi um jogo duro como esperado. Começamos bem com uma quebra, tivemos para fazer outra quebra no 3/1, não fizemos, mas mantivemos bem o saque. No meio do primeiro eles deram uma crescida, no 1/2 nosso saque no terceiro , vacilamos em um ponto e eles jogaram bem em dois pontos e fizeram a quebra. Demos uma abaixada na energia, eles mantiveram. Foi positivo da nossa parte que começamos a jogar o super tie-break com energia bem alta fazendo a troca bem rápido para o que estava no segundo set. Conseguimos abrir vantagem e mantivemos até o fim. Feliz pela vitória na estrei “, apontou Matos que tem um título em Córdoba, em 2021, ao lado de Felipe Meligeni.

- Publicidade -

O atleta da equipe catarinense volta a jogar na sexta-feira contra rivais que só saem nesta quinta-feira do jogo entre o colombiano Nicolas Barrientos e o uruguaio Ariel Behar e o boliviano Hugo Dellien e o argentino Guido Pella.

Ymanitu, o melhor do Brasil

Ymanitu Silva, número 8 do mundo, recebeu premiação na noite desta quarta-feira (8) de melhor tenista paralímpico do país em 2022 pelo Comitê Paralímpico Brasileiro.

Ymanitu Silva com troféu do Comitê Paralímpico Brasileiro (Divulgação)

No ano passado ele foi finalista de Roland Garros nas duplas, disputou Wimbledon pela primeira vez e levou o Brasil ao inédito terceiro lugar no Mundial de Cadeira de Rodas na categoria Quad, além de terminar o ano entre os dez primeiros do mundo.

“Receber essa premiação é muito gratificante, pois é fruto de muito trabalho duro e de toda minha equipe técnica e também de todos os patrocinadores, que proporcionaram as condições para que eu pudesse estar participando das competições. A temporada 2022 foi mais um ano importante na minha carreira pois  participei de mais dois Grand Slams, chegando à final de duplas em Roland-Garros novamente e estreando na grama sagrada de Wimbledon, além disso atingi meu melhor de simples chegando na 7ª colocação e me mantendo por mais uma temporada a sexta seguida dentro do top 10. Isso dá mais força e vontade para continuar trabalhando, buscando evoluir sempre”, destacou Ymanitu. 

A equipe ADK Tennis/Itamirim Clube de Campo conta com o patrocínio da Taroii Group e Promenac Veículos, os co-patrocínios CORE – Clínica de Ortopedia e Reabilitação Esportiva / Marcelo Pfitzer – Fisioterapia / Fort Atacadista e parcerias da FMEL – Fundação Municipal de Esporte e Lazer Itajai, Confederação Brasileira de Tênis e Federação Catarinense de Tênis.

fonte: Gallas Press

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -