- Publicidade -
- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Suárez marca três, Grêmio vira sobre o Botafogo e Brasileiro tem três times empatados na ponta

Aconteceu com o Botafogo de novo. Desta vez, diante do Grêmio, nesta quinta-feira (9). Após abrir vantagem de 3 a 1 no placar, o time carioca sofreu um apagão, levou uma virada, perdeu por 4 a 3 –com três gols anotados pelo atacante uruguaio Luis Suárez– e viu a briga pelo título do Campeonato Brasileiro ficar ainda mais embolada.

Agora, três times estão empatados na ponta tabela com 59 pontos: Botafogo, Grêmio e Palmeiras. O time da estrela solitária, contudo, tem um jogo a menos em relação aos rivais, que disputaram 33 partidas.

No entanto, o momento é muito desfavorável para a equipe que passou boa parte da competição liderando com uma ampla vantagem para os rivais.

- Publicidade -

Foi a quarta derrota consecutiva da equipe botafoguense. Antes, havia perdido para Cuiabá, Vasco e Palmeiras, sendo este último responsável por uma outra derrota por 4 a 3, em partida na qual o Botafogo havia construído uma vantagem de 3 a 0.

Além do time paulista e do gaúcho, Red Bull Bragantino (58), Flamengo (56) e até o Atlético Mineiro (54) passaram a alimentar a esperança de ficar com o título com os tropeços do time alvinegro.

No próximo domingo (12), o Botafogo terá um confronto direto com o Bragantino, em Bragança Paulista, partida na qual os donos da casa terão a chance até de pular para a primeira posição. Seria a primeira vez que o time carioca deixaria a ponta da tabela desde o dia 30 de abril.

Novo vice-líder da competição, o Grêmio terá pela frente o Corinthians, também no domingo, em casa. No sábado (11), o Palmeiras vai a Porto Alegre enfrentar o Internacional. Nesta rodada, também jogando fora de seus domínios, o time alviverde perdeu do Flamengo, por 3 a 0.

Para colar na ponta da tabela, além dos três gols de Suárez, o tricolor gaúcho contou com um gol de Everton. Do lado do Botafogo, Diego Costa, Júnior Santos e Marlon anotaram em São Januário, onde o time da estrela solitária mandou a partida, pois o Nilton Santos foi alugado para um show da banda RBD.

BOTAFOGO

Lucas Perri; Di Plácido, Adryelson, Victor Cuesta e Hugo (Marçal); Danilo Barbosa (Eduardo), Marlon Freitas e Tchê Tchê (Janderson); Junior Santos (Luis Henrique), Victor Sá (Carlos Alberto) e Diego Costa. T.: Lucio Flavio

- Publicidade -

GRÊMIO

Gabriel Grando; João Pedro, Bruno Alves, Kannemann e Reinaldo; Ronald (Gustavo Martins), Villasanti e Carballo (Cristaldo); Besozzi (Ferreira), Suárez (JP Galvão) e Galdino (Nathan Fernandes). T.: Renato Portaluppi

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora:

Árbitro: Ramon Abatti Abel

Assistentes: Bruno Boschilia e Thiaggo Americano

VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira

Amarelos: Carballo, João Pedro

Vermelho: Não houve

Gols: Diego Costa, aos 5’/1ºT, Galdino, aos 9’/1ºT, Victor Santos, aos 28’/1ºT, Marlon Freitas, aos 1’/2ºT, Luis Suárez, aos 5’/2ºT e aos 8’/2ºT, e aos 23’/2ºT.

(FOLHAPRESS)

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -