- Publicidade -
- Publicidade -
21.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Amfri promove Seminário Oceano Sem Plástico nesta quarta no Museu Oceanográfico Univali, em Piçarras

Inscrições encerram hoje (7) às 17h30 e são limitadas

O II Seminário Oceano Sem Plástico acontece no Dia Mundial dos Oceanos, nesta quarta-feira (8), em alusão a Semana Regional do Meio Ambiente. 

O evento promovido pela Amfri, será no auditório do Museu Oceanográfico Univali, em Balneário Piçarras, das 8h30 às 17h30.

- Publicidade -

As inscrições são gratuitas, limitadas a 150 pessoas e encerram nesta terça (7), no site da Associação de Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) através do link: https://bit.ly/3xkUtLb

O seminário destacará boas práticas, palestras e apresentação de casos de sucesso, além da visita gratuita ao museu, seguindo a temática promovida pelas Nações Unidas neste ano: Revitalização: Ação Coletiva pelo Oceano. 

O Presidente do Colegiado de Meio Ambiente e Presidente da Fundação de Amparo ao Meio Ambiente de Bombinhas (FAMAB), Flávio Steigleder, disse que os desafios são muitos e o seminário é uma oportunidade para estudar, planejar e buscar soluções estratégicas em âmbito regional.

Programação 

08h30 às 09h – Recebimento e credenciamento dos participantes

- Publicidade -

09h00 às 09h30 – Solenidade de Abertura

09h30 às 10h00 – O histórico do Museu Oceanográfico Univali com a problemática do plástico no oceano – Bibiana da Conceição Lessa, Curadora Adjunta do Museu Oceanográfico Univali (MOVI)

10h00 às 10h30 – Intervalo para coffee break

- Publicidade -

10h30 às 11h15 – Palestra Impactos do Microplásticos no ambiente marinho com Professora Doutora Camila Burigo Marin da Univali

11h15 às 11h30 – Entrega do Certificado do Amigo do Meio Ambiente do Instituto do Meio Ambiente de Balneário Piçarras – IMP

11h30 às 12h00 – Palestra Impactos do nosso lixo sobre os animais marinho com a Veterinária Patologista Tiffany Emmerich

12h00 às 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 às 14h15 – Certificação Bandeira Azul como instrumento no combate ao lixo marinho – Leana Bernadi, Coordenadora Nacional do Programa Bandeira Azul e Diretora Técnica do Instituto Ambientes em Redes; e apresentação das ações do Bandeira Azul dos municípios de Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas e Penha.

14h15 às 14h45 – Intervalo para coffee break

14h45 as 15h15 – Apresentação Campanha Mares Limpos AMFRI e construção dos Planos Municipais de Combate ao lixo nos rios e mares – Engenheiro Ambiental da AMFRI, Leandro Freitas

15h15 – 17h30 – Apresentação das ações dos municípios da AMFRI em relação ao combate ao lixo no mar

17h30 – Encerramento

O plástico como problema ambiental

Uma redução drástica do plástico desnecessário, evitável e problemático é crucial para enfrentar a crise global de poluição, de acordo com uma análise abrangente divulgada em 2021 pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Acelerar a transição para energias renováveis, eliminar subsídios e adotar abordagens circulares ajudará a reduzir os resíduos plásticos na escala necessária, de acordo com o relatório Da Poluição à Solução: Uma Análise Global sobre Lixo Marinho e Poluição Plástica (From Pollution to Solution: A Global Assessment of Marine Litter and Plastic Pollution).

O relatório mostra que a poluição plástica é uma ameaça crescente em todos os ecossistemas, de onde a poluição se origina até o mar. 

O estudo destaca que a poluição plástica nos ecossistemas aquáticos cresceu consideravelmente nos últimos anos e deve dobrar até 2030, com consequências terríveis para a saúde, a economia, a biodiversidade e o clima.

O relatório pede a redução imediata dos plásticos, incentiva a transformação de toda a cadeia de valor envolvida e indica que há necessidade de reforçar os investimentos em sistemas de monitoramento muito mais abrangentes e eficazes para identificar a origem, escala e destino do plástico, bem como o desenvolvimento de uma estrutura de risco, que atualmente não existe globalmente.

O estudo conclui que é necessária uma mudança para abordagens circulares, incluindo práticas de consumo e produção sustentáveis, o desenvolvimento e adoção rápida de alternativas pelas empresas, e uma maior conscientização do consumidor para encorajar escolhas mais responsáveis.

Confira o relatório completo: https://bit.ly/38XZpMY

fonte: Assessoria de Comunicação/Amfri

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: