- Publicidade -
- Publicidade -
18.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú não adotou oficialmente nenhuma cidade gaúcha, mas já ajudou 19 com mais de 700t de donativos

Diversas cidades catarinenses estão adotando municípios gaúchos, mas Balneário Camboriú ainda não fez isso oficialmente. O prefeito Fabrício Oliveira disse que há o planejamento de adotar uma cidade, mas que ainda não oficializaram isso.

“Mas estamos auxiliando 19 municípios (Gravataí, Canoas, São Leopoldo, Tramandaí, Cachoeirinha, Triunfo, Sapucaia, Alvorada, Porto Alegre, Monte Negro, Encantado, Esteio, Santa Cruz, Lajeado, Osório, Pelotas, Guaíba, Imbé e Viamão) com 727 toneladas de donativos, mobilizando para chegar nas cidades o que precisam. Por exemplo, agora está na hora de estarem no abrigo, depois será a limpeza e reconstrução. Já estamos trabalhando com vários municípios pontuais e vamos continuar ajudando”, afirmou.

Fabrício disse que Balneário Camboriú como cidade deve muito ao Rio Grande do Sul.

“Temos aqui um número alto de gaúchos. Inclusive estamos propiciando a vinda de uma família de lá via programa Abraço”, completa, citando que a corrente solidária do bem mostra a força e empatia de Balneário quando situações atípicas acontecem.

Corrente da solidariedade formada em Balneário é muito expressiva (Divulgação/PMBC)

A secretária de Inclusão Social de Balneário Camboriú, Ivanir Maciel, informa que as doações seguem sendo recebidas na Casa da Família, que fica na Rua 3.100, diariamente das 7h às 22h, com envio de cargas para o RS também todos os dias. Neste momento os donativos que mais precisam são água, alimentos, cobertores, fraldas infantil e geriátrica, café solúvel e roupas para o frio (em bom estado ou novas).

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -