- Publicidade -
- Publicidade -
22.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Coteminas avisa sindicato que vai demitir 700 funcionários em Blumenau e parcelar rescisões

(Por Talita Nascimento/AE)

A Coteminas enviou na última semana um ofício ao Sindicato dos Trabalhadores Têxteis de Blumenau, Gaspar e Indaial (Sintrafite) no qual afirma que terá de realizar uma demissão em massa no mês de julho. A princípio, o documento indicava mais de 800 funcionários desligados, mas a empresa esclareceu, em reunião com o sindicato, que seriam cerca de 700 demissões. Em assembleia realizada ontem, os trabalhadores presentes rejeitaram a proposta da empresa de que suas rescisões fossem pagas em até 15 parcelas.

“É uma contradição, pois a empresa divulgou uma parceria com a Shein na semana passada e está fazendo investimentos em outras regiões, enquanto os trabalhadores de Blumenau são penalizados”, disse o presidente do Sintrafite, Carlos Alexandre Maske.

- Publicidade -

Segundo Maske, a fábrica de Blumenau, onde devem acontecer as demissões, tem cerca de 1.200 trabalhadores, sendo que em torno de 200 estariam afastados. “Trata-se de uma demissão, portanto, de cerca de 70% do quadro de funcionários”, diz o presidente do sindicato.

Com a proposta de parcelamento das rescisões rejeitada nessa primeira assembleia realizada em frente à fábrica da Coteminas, o Sintrafite convocou nova assembleia para a próxima quinta-feira e cogita a realização de um ato público contra a postura da companhia.

Além de buscar alternativas para preservar os empregos, o sindicato deve agir para buscar uma forma melhor de pagamento dos direitos dos trabalhadores que forem demitidos.

Procurada, a Coteminas não respondeu ao contato da reportagem até o fechamento dessa nota.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -