- Publicidade -
12.5 C
Balneário Camboriú

Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra Idosos será lembrado em Balneário Camboriú

Na pandemia o ‘Abraço ao Idoso’ recebeu mais de mil denúncias

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nesta terça-feira (15) é o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa e para lembrar a data, a Secretaria da Pessoa Idosa fará uma live especial na quarta-feira (16), a partir das 20h, através das redes sociais da prefeitura (@prefeituradebc), com o tema ‘Como viver bem nos 60+’. 

Participarão do bate-papo virtual o prefeito Fabrício Oliveira, a secretária da Pessoa Idosa, Juliethe Nitz, o delegado David Queiroz, que apresentará os serviços da Polícia Civil, e o diretor e fundador do Instituto Neurogenese, Wagner Costa, que falará sobre a ‘melhor idade’. 

- Publicidade -

A secretária da Pessoa Idosa, Juliethe Nitz, explica que pretendem abordar o tema de forma leve, e por isso contarão ainda com apresentações artísticas, como a cantora Eulina Silveira, o casal de dançarinos Paulo e Lena, dentre outros. “Vamos falar também sobre o programa Abraço ao Idoso, a importância dele como apoio, porque ainda recebemos muitas denúncias de violência contra os 60+”, diz. 

Abraço ao Idoso: 1.000 casos só na pandemia 

A coordenadora de Proteção aos Idosos, Christiane Haas Braz, explica que somente durante a pandemia atenderam cerca de mil denúncias (desde a fundação do Abraço ao Idoso foram cerca de 5.400 atendimentos). 

“Praticamente todos os dias recebemos denúncias, sendo 80% dos casos violência financeira, como briga familiar por herança, com o idoso ainda estando vivo, e isso causa muita dor nele. Além de violência psicológica e física e também negligência/abandono por parte dos filhos que não cuidam dos pais idosos como deveriam”, afirma. 

A violência física também é bastante denunciada ao Abraço ao Idoso, como um caso recente onde pais idosos pediram apoio ao programa porque o filho, que é dependente químico, chegou muito agressivo na casa dele. 

- Publicidade -

“Eles nos pediram apoio para tentar internação ou acompanhamento de outros setores da prefeitura. O Abraço é atendimento de urgência e emergência, e somos assistidos por outras pastas municipais, que nos apoiam com atendimentos. Orientamos a registrarem boletim de ocorrência dependendo da situação também”, acrescenta. 

Durante a live, serão transmitidos vídeos com depoimentos de idosos que foram atendidos pelo Abraço, que conta com uma equipe multiprofissional formada por assistente social, psicólogo e auxiliar administrativo.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -