- Publicidade -
24 C
Balneário Camboriú

Júlio Tedesco será homenageado postumamente com a Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), anunciou nesta sexta-feira, (17), que o empresário Júlio Tedesco será homenageado postumamente com a Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina.

Essa homenagem foi anunciada em meados do ano 2000, mas a pandemia impediu o evento e, em fevereiro passado, Júlio Tedesco faleceu após complicações de Covid-19.

Juntamente com o empreendedor que marcou a história de Balneário Camboriú, serão homenageadas outras seis pessoas, no dia 22 de outubro, na sede da Fiesc, em Florianópolis.

HOMENAGEADOS

- Publicidade -

Fernando Cestari de Rizzo: é CEO da Tupy, multinacional brasileira do segmento de metalurgia, sediada em Joinville. Formado em Engenharia Mecânica pela FAAP, com MBA na Indiana University e especializações na FGV e Stanford School of Business, o executivo iniciou sua carreira na companhia como estagiário, liderou áreas como a Engenharia, Planejamento, Marketing, Vendas e Manufatura. Com cerca de 30 anos de carreira, tem amplo conhecimento sobre o negócio e teve contato com toda a cadeia de valor da Tupy.

Gelson Dalla Costa: natural de Quilombo, Gelson Dalla Costa é filho de agricultores e saiu de casa aos 15 anos para estudar. Formou-se técnico em agropecuária e iniciou sua carreira profissional na Aurora Alimentos, empresa na qual trabalhou até 1985 quando fundou a Apti Alimentos, em Chapecó. Hoje a companhia emprega 600 profissionais, tem receita operacional bruta anual de R$ 296 milhões e atua no Brasil e no Mercosul. 

Júlio André Ruas Tedesco: nascido em Caçador, Júlio André Ruas Tedesco passou a atuar nas empresas da família em 1962, tornando-se administrador do grupo em 1975. Assumiu a presidência três anos depois, com o falecimento do pai, Normando. A família Tedesco deu início aos negócios em Caçador na década de 1930 no segmento de papel e celulose. Em Balneário Camboriú, os negócios incluem a Tedesco Marina Garden Plaza, o Parque Unipraias Camboriú, o Barco Pirata, a Tedesco Marina e o Atracadouro Barra Sul, responsável pela recepção de navios de cruzeiro. 

- Publicidade -

Sirivaldo José Barbieri: Sirivaldo passou a infância no interior de Treze Tílias. Em 1993, ele assumiu a direção da empresa da família, a Pioneiro Baterias, que começou de forma curiosa: um dos irmãos Barbieri trocou um carro Opala 1979 por uma oficina de reforma de acumuladores elétricos. Como a oficina fabricava 150 baterias por mês e não conseguia vender toda a produção na cidade, começou a expandir o negócio para Videira e Tangará. Hoje, a Pioneiro emprega 600 colaboradores e vende para o Brasil e países da América Latina. 

Ricardo Minatto Brandão: O engenheiro civil Ricardo Minatto Brandão é presidente do conselho de administração da Brametal, indústria fundada por seu pai, Ayrton de Mattos Brandão. Hoje, a empresa é líder na América Latina na fabricação de estruturas metálicas para os segmentos de geração e transmissão de energia elétrica, solar e eólica, além de torres de telecomunicações. Sediada em Criciúma, nos anos 2000 a empresa ampliou a presença para outros países, expandiu a capacidade produtiva das fábricas e montou operações no Espírito Santo e em Minas Gerais. 

Salézio José Martins: é fundador do Grupo Kyly, de Pomerode, companhia do segmento têxtil que emprega mais de 2 mil profissionais. Salézio nasceu numa comunidade que hoje pertence a Major Gercino. É o segundo filho de uma família de 13 irmãos. Na década de 1980, já em Blumenau, Salézio adquiriu dois teares usados da Cia Hering para complementar sua renda. A Kyly foi fundada em 1985, na garagem da casa da família, e fornecia para pequenas confecções. O grupo é dono das marcas Milon, Amora, Lemon e Nanai, que estão disponíveis em mais de 10 mil lojas multimarcas e são exportadas para mais de 30 países. 

Vicente Donini: natural de Joinville, Vicente Donini fez da Marisol uma das maiores empresas do mercado de moda infantil com unidades industriais em Santa Catarina e no Ceará, nas quais emprega cerca de 2,4 mil colaboradores. Em 2008, Donini passou a fazer parte do Conselho de Administração da companhia e já recebeu mais de 30 premiações e reconhecimentos públicos e privados. Nas áreas de educação e cultura, tem prestado significativas contribuições. O industrial também se dedica à produção de vinhos de altitude, como proprietário da Casa Vivalti, em São Joaquim. 

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -