- Publicidade -
- Publicidade -
13.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Kauan Quadros, a Dona Hermínia de Balneário Camboriú, não poderá mais interpretar a personagem

O ator Kauan Quadros, que ficou conhecido em Balneário Camboriú por sua interpretação da personagem Dona Hermínia, criada pelo ator Paulo Gustavo em homenagem à mãe, Dea Lúcia, está sendo processado pela família de PG. O caso foi divulgado na quinta-feira (17) e Kauan apagou todas as fotos de suas redes sociais, o que foi solicitado pela medida judicial. Ele também não fará mais a Dona Herminia.

Enquanto muitas pessoas viam como uma forma de homenagem ao legado de Paulo Gustavo, com Kauan fazendo muito sucesso em Balneário Camboriú e participando de diversos eventos da cidade, a família do saudoso comediante entrou com um processo alegando que a representação de Dona Hermínia por Kauan infringia os direitos autorais e de imagem de Paulo Gustavo.

Kauan fazia participações em programas, dava entrevistas, fazia publicidade e estava planejando uma peça onde homenagearia Paulo – mas a família viu isso como uma forma de lucrar com a personagem criada pelo falecido ator. 

- Publicidade -

Por um lado, há a discussão sobre até que ponto uma homenagem pode ser considerada uma violação dos direitos autorais e até morais — um caso aconteceu com Marília Mendonça, quando uma cover da cantora encontrou com o filho de Marília, Leo, deixando a criança visivelmente confusa. 

A interpretação de Kauan, como Dona Hermínia, pode ser vista como uma continuação do legado de Paulo Gustavo ou como uma exploração indevida de sua criação. Além disso, o ator de Balneário vinha buscando se parecer cada vez mais com Paulo, inclusive usando chapéus que o ator costumava usar em vida.

Em entrevista ao jornal, Kauan disse que interpretar Paulo Gustavo lhe curou

Em junho deste ano, Kauan deu uma entrevista ao Página 3, sobre a Lei Paulo Gustavo, onde falou sobre a importância do ídolo em sua vida – apesar de nunca ter tido a chance de conhecê-lo. 

Na ocasião, pontuou que via que a lei que leva o nome do ator é símbolo de resistência e de que Paulo continua presente e à frente dos artistas.

“Como ele disse “A arte transforma, alivia, cura e traz esperança para vida da gente, muito amor gente!”. Diante disso, eu, Kauan Quadros, me sinto muito honrado em ser ‘o cover do Paulo Gustavo’, pois para mim esse legado se mantém vivo, interpretando sempre, hoje e agora! Paulo Gustavo é necessário! O PG é minha inspiração, minha fonte inesgotável de ideias. Entendi que seu legado não ficou para as pessoas, ele ficou nas pessoas! Só tenho a agradecer de todo meu coração a esse grande cometa que é o PG. Ele mudou minha vida mesmo não estando mais em nosso plano. E é isso o que quero lembrar, recordar e fazer enquanto eu tiver vida, pois ser o cover do Paulo Gustavo me transformou, me curou!”, afirmou.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -