- Publicidade -
- Publicidade -
22.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Leitor questiona troca de ambulância do SAMU e identificação com folha A4

Um leitor procurou o Página 3 para denunciar a troca da ambulância do SAMU de Balneário Camboriú por uma ambulância básica branca, com a simples inscrição “SAMU” em uma folha A4 no vidro. A secretária de Saúde, Caroline Prazeres, explicou a situação.

Segundo o leitor, a ‘grave situação’ apontada por ele está comprometendo a segurança e a qualidade do atendimento de saúde em Balneário Camboriú. 

“É inaceitável que, mesmo com 33% dos recursos públicos direcionados para a saúde, estejamos presenciando a utilização inadequada de ambulâncias, mais especificamente a substituição da ambulância do SAMU por uma ambulância básica branca, com a simples inscrição “SAMU” em uma folha A4″, disse.

- Publicidade -

O morador acrescentou ainda que ‘essa negligência’ é pautada em questões de segurança e eficácia no atendimento de emergência. 

“A população de Balneário Camboriú merece ter acesso a um serviço de saúde de qualidade e condizente com os recursos destinados a ele. É vergonhoso ver nossa cidade sendo comparada à “Dubai brasileira” enquanto enfrentamos problemas tão sérios e evidentes como este”, pontuou.

O que diz a secretária de Saúde

O jornal conversou com a secretária de Saúde da cidade, Caroline Prazeres, que explicou que a ambulância do SAMU apresentou falhas durante o uso, imediatamente foi encaminhada para a revisão e um dos componentes a ser substituído levará 25 dias para a peça ser enviada. 

“Para que a população não tenha prejuízo no atendimento de urgência e emergência, vocacionamos a ambulância branca para a unidade, considerando sempre o princípio de relevância e prioridade que o munícipe e o departamento requer. Em breve voltaremos à normalidade”, informou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -