- Publicidade -
25.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Liga Carnavalesca está se organizando, mas há 50% de chance do Carnaval de Balneário não acontecer

Cancelamento pode acontecer por conta da Covid-19, suas variantes e gripe H3N2

A Liga Carnavalesca de Balneário Camboriú está planejando o Carnaval, previsto para iniciar em 25 de fevereiro (sexta-feira), mas há 50% de chance da festa não acontecer na cidade por conta da Covid-19 e suas variantes, além da gripe H3N2.

A Saúde de Balneário vem registrando muitos atendimentos, com filas em locais como Hospital da Unimed, Ruth Cardoso, UPA do Bairro das Nações e PA do Bairro da Barra.
Segundo o vice-presidente da Liga Carnavalesca de Balneário, Evandro Rocca, a Liga está preparada, porém o prazo organizacional estaria apertado.

“Em contato ontem (3) com a Secretaria de Turismo, através do secretário Geninho Goes, sempre muito atencioso e dedicado, ele informou que temos 50% de chance de cancelamento e 50% de ocorrer normalmente”, explica.

Evandro acrescenta que a Secretaria de Turismo pediu um prazo de 20 dias (até 23 de janeiro) para definir se o Carnaval acontecerá ou não.

“Isso acontece devido à pandemia e suas variantes e entendemos, está certa essa análise. Ficamos tristes, mas é o certo a fazer. Nos resta aguardar uma posição do governo municipal, sempre com muito entusiasmo”, afirma.

- Publicidade -

Por conta da demora da definição sobre a realização do evento, alguns blocos carnavalescos e a Escola de Samba Unidos do Samboriú poderão desistir de participar do evento.

“O Carnaval de Balneário cresceu muito nos últimos anos e não podemos ignorar fatores de qualidade. Ninguém está pensando em cancelar ainda, mas pode acontecer, porque ninguém quer perder a qualidade de seu desfile e isso pode acabar comprometido tendo em vista o prazo apertado para organização [pouco mais de um mês – 23 de janeiro para 25 de fevereiro]”, pontua.

Corte Carnavalesca continuará

Roni e Evandro, presidente e vice da Liga.
- Publicidade -

Estava prevista uma nova eleição para a Corte Carnavalesca de Balneário Camboriú, que iniciaria de forma virtual, com a final da noite de 25 de fevereiro, sexta-feira de Carnaval.

“A diretoria da Liga resolveu cancelar o concurso e ampliar o prazo do reinado eleito em 2020 para mais uma ano, seguindo a mesma Corte (rainha Sabrina Ronceli, rei momo Ismael Silva, primeira princesa Aline Mussato e segunda princesa Day Chedre) até 2023, que estará representando a cidade e seu Carnaval na mídia e na avenida em caso de evento normal”, completa Rocca.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -