- Publicidade -
- Publicidade -
18.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

ONG Viva Bicho realiza feira de adoção no próximo sábado, na APAE de Balneário Camboriú

O abrigo está superlotado, com quase 700 animais e pede que as pessoas façam adoção consciente e responsável

A ONG Viva Bicho realiza neste sábado (27) a primeira feirinha de adoção de cães e gatos, adultos e filhotes, das 10h às 16h, na APAE de Balneário Camboriú, na Rua 1.926, 1260, no Centro da cidade. 

O abrigo da ONG, localizado no Bairro Nova Esperança, vive hoje uma superlotação com quase 700 animais e trabalha para  combater o abandono, que mesmo sendo crime acontece com frequência (saiba mais em matéria publicada pelo jornal).

A voluntária Patrícia Debrassi, que é secretária da ONG, explica a importância da adoção, que precisa ser consciente e responsável, porque a pessoa estará assumindo o compromisso de uma boa alimentação, de um bom espaço, lazer, interação e saúde (médico veterinário, vacinas e vermífugos, que são anuais). 

“Cada vez que nós adotamos uma nova vida, ela tem as suas necessidades e enquanto tutores, responsáveis por essa vida, temos que dar a ela todas as condições necessárias. O abrigo hoje está com quase 700 animais, no dia 30 de dezembro nós contabilizamos 680 animais, de lá para cá já entraram muitos outros e as adoções diminuíram”, diz.

- Publicidade -

Patrícia salienta que Balneário Camboriú é uma cidade verticalizada, e que um dos focos da ONG Viva Bicho é acabar com o conceito de que cachorro de médio ou grande porte não podem viver apartamento. Segundo ela, se houver uma dinâmica de passeios diários, no início e final do dia, é possível ter animais maiores mesmo em apartamento. 

“Defendemos a importância da adoção não apenas dos filhotes, que vamos ter na feirinha de adoção deste próximo sábado, mas também dos animais adultos, para quem sabe as pessoas se encantarem e darem uma chance para aquela vida que está às vezes dois, três, quatro ou até cinco anos dentro da ONG esperando por uma oportunidade”, acrescenta.

Ela destaca que quem adota um cão adulto está salvando uma vida de estar eternamente dentro do abrigo que deveria ser um local de passagem, onde os animais são tratados e encaminhados para uma família, o que não vem acontecendo com a frequência desejada (entram cerca de 120 animais/mês e a ONG contabiliza entre 40 e 50 adoções/mês).

Quem não puder ir na feirinha de adoção do próximo sábado, pode ir diretamente no abrigo da ONG Viva Bicho (Av. José Alves Cabral, 104 – Nova Esperança, Balneário Camboriú) ou ficar de olho nas redes sociais (@ongvivabicho), pois a ONG planeja fazer diversas feirinhas ao longo deste ano. 

A ONG também aceita ajuda do público via doação, que pode ser feita pelo PIX: 06.156.776/0001-81.

Documentos para adotar um animal da Viva Bicho

  • Apresentar documento pessoal com foto;
  • Apresentar comprovante de residência e imagens do local para saber se o animal viverá em boas condições;
  • Levar caixa de transporte para gatos e guia para cães;
  • Estar de acordo com o Termo de Responsabilidade para Adoção (apresentado pela ONG);
  • Castrar o animal aos 6/7 meses (castração é garantida pela ONG);
  • Manter o calendário vacinal, vermífugos e antiparasitários em dia;
  • Ser acompanhado por um médico veterinário de sua confiança;
  • Não deixar o animal solto para dar ‘voltinhas’ (casa cercada ou apartamento telado);
  • Enviar informações sobre o animal conforme o acordado no ato da adoção.

Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -