- Publicidade -
- Publicidade -
16.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Primeira reunião da CPI da Emasa será nesta quarta-feira, com novo integrante

A primeira reunião, que decidirá quem será o presidente e o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que discutirá a situação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Emasa, será nesta quarta-feira (26). Quem integra a CPI são os vereadores que votaram a favor dela (André Meirinho, proponente da comissão, e Lucas Gotardo) e os contrários (Gelson Rodrigues, Anderson Santos e Kaká Fernandes, este último anunciado na sessão de terça, 25).

O vereador André Meirinho contou ao Página 3 que a reunião está marcada para quarta (26) às 16h e será presidida de forma interina por Gelson Rodrigues, o vereador mais velho que integra a CPI.

“A primeira reunião será para definição do presidente e relator. A princípio, a pauta será somente isso e então será marcada nova reunião com quem deve presidir. Depende do presidente a quantidade de reuniões que faremos – podem ser várias por semana, por exemplo”, explica.

Meirinho lembra que quem assinou pela abertura da CPI só tem dois membros (ele e Gotardo), e quem não assinou vai ter três, Gelson, Anderson e Kaká (este último entrou como substituto de Victor Forte, que desistiu de integrar a CPI; Victor fez um vídeo falando sobre a CPI e acusando-a de eleitoreira — citou também ligação do PSD e do PT, sendo que o autor é do PP e vários partidos a assinaram).

“É importante a comunidade cobrar e fiscalizar, porque inclusive tentaram votar [os vereadores governistas] o requerimento da abertura da CPI, a exigência era ⅓ (7 vereadores) e tentaram votar isso. Esperamos, infelizmente, que o governo tente fazer manobras para impedir o trabalho da CPI”, acrescenta.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -