- Publicidade -
- Publicidade -
14.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Revivendo a história: Quais foram as guerras em que o Brasil participou?

Apesar de ser um país pacífico neste quesito, o Brasil já participou de alguns conflitos durante sua história. No início da colonização as disputas entre indígenas e invasores eram comuns e marcaram conflitos como a confederação dos tamoios e a guerra dos aimorés. Também foi bastante comum, no início da colonização, a tentativa de invasão do território por outros países: as invasões francesas e holandesas são exemplos destes outros conflitos. As disputas internas, principalmente no contexto da escravidão, também foram bastante comuns, como a Guerra dos Palmares.

Algumas guerras, no entanto, ocorreram com outras nações do mundo, onde não só outros países entraram em conflito, mas também o Brasil, que é exatamente o assunto que trataremos aqui. Por isso, fizemos uma lista de todas as guerras internacionais que o Brasil esteve envolvido diretamente. Confira:

  1. Guerra da Cisplatina
- Publicidade -

Esse confronto envolveu o Brasil e a Argentina no combate pelo domínio da Província da Cisplatina, que hoje conhecemos como Uruguai. O confronto aconteceu pouco após a declaração da independência do nosso país, mais precisamente entre os anos de 1825 e 1828.

A região da Cisplatina foi fundada em 1680 por portugueses, mas passou para o domínio espanhol em 1777. Em 1822, no entanto, D. Pedro I anexou a região ao território brasileiro. No ano de 1825, iniciou-se uma rebelião organizada por Juan Antonio Lavalleja que forçou o exército nacional a seguir para o confronto contra a Argentina e o grupo que lutava pela liberdade local. Três anos após o início dos combates, a região acabou obtendo sua independência, dando origem à República Oriental do Uruguai.

  1. Guerra do Paraguai

A Guerra do Paraguai, também conhecida como Guerra da Tríplice Aliança, ocorreu entre 1864 e 1870. Ela marcou o começo do fim do império do Brasil. O conflito foi marcado pela disputa entre Brasil, Argentina e Uruguai de um lado e o Paraguai de outro. 

A Tríplice Aliança saiu vitoriosa do combate, mas não sem registrar diversas mortes de todos os lados, especialmente entre os paraguaios, que foram impiedosamente massacrados. O confronto terminou apenas com a morte de Solano López, em 1870, mas nesse ponto a imagem do Império já estava bastante manchada, e brotava na cabeça de muitos as ideias de fazer de nosso país uma República.

  1. Primeira Guerra Mundial
- Publicidade -

A participação do Brasil na guerra ocorreu por conta de ataques a embarcações brasileiras na Europa, principalmente por parte dos alemães. Isso fez com que as autoridades brasileiras respondessem, colocando-se ao lado da Tríplice Entente.

Apesar de uma participação breve e completamente desastrada, ela foi importante para o crescimento do nosso país em um cenário mais global, ajudando a aumentar as exportações de matérias-primas e garantindo mais relevância para as nossas indústrias.

  1. Segunda Guerra Mundial

O Brasil demorou para se posicionar nesta guerra. Isso ocorreu pelo fato de que o presidente da República Getúlio Vargas tinha uma certa inspiração e admiração pelos governos autoritários e nacionalistas europeus. No entanto, adotava uma política de boa vizinhança com os Estados Unidos. Ao final da Segunda Guerra Mundial, em 1944, Vargas decidiu se unir aos Aliados.

- Publicidade -

Mais de 20 mil militares partiram rumo ao norte da Itália para ajudar os demais combatentes que já se encontravam na região. Ao todo, foram aproximadamente 11 meses no país, sendo que desse tempo 8 meses foram de confrontos diretos contra os inimigos.

A Globalização e a Tecnologia Favoreceram a Paz no Brasil

A última guerra que envolveu diretamente o Brasil acabou em 1945, de lá pra cá, o país tem adotado uma postura pacífica com todas as outras nações do mundo, sendo inclusive reconhecido como um dos países com melhores métodos diplomáticos.

A globalização e a integração maior entre os países favoreceram esse posicionamento do Brasil, pois com o comércio internacional mais fortalecido, os vínculos com outras nações se tornam, de fato, relevantes e difíceis de serem quebrados.

A tecnologia também exerce um papel importante nisso, como não poderia deixar de ser. Grandes indústrias internacionais de diversos setores, possuem importantes investimentos no mercado brasileiro, como é o curioso caso recente das empresas de apostas esportivas e cassinos online, que passam a enxergar o país com bons olhos pela paixão do torcedor pelo futebol, ou startups desenvolvendo novas redes sociais, gigantes varejistas adquirindo e fortificando empresas, dentre outros.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Artigo anteriorTRÊS EM UM
Próximo artigoA CIDADE MAYA SUBMERSA DE SAMABAJ
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: