- Publicidade -
- Publicidade -
14.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Safra da tainha em Balneário Camboriú: pescadores capturaram mais de 20 mil peixes

O encerramento ‘oficial’ será domingo (6), com o Arrancadão de Canoas, na Barra Sul

A pesca da tainha encerrou oficialmente na segunda-feira (31), com um saldo positivo, mas os pescadores capturaram bem menos peixes aqui do que em Florianópolis, onde houve recorde na captura, com mais de 257 mil tainhas, 77,28% a mais que em 2022. 

Nas praias agrestes deu pouco peixe

Nas agrestes menos peixes que na Central (Gerusa Brum)

Uma das praias onde a pesca da tainha é bastante tradicional é Taquaras – única da cidade que conta com um rancho fixo onde os pescadores se reúnem para a safra (entre 1º de maio e 31 de julho). 

O pescador Jair Euflorzino, que é também presidente da Associação de Moradores do bairro, conta que a expectativa era de que muito peixe chegasse, já que haviam relatos de uma grande saída de tainhas da Lagoa dos Patos (RS), e do Rio Uruguai. 

- Publicidade -

“Foi um dos anos que mais saiu peixe desses dois lugares, que são os maiores abastecimentos de tainha, só que o peixe ‘não encostou’, porque o tempo não foi frio, então não deu peixe. Nas praias agrestes, a que mais matou foi a nossa, Taquaras – chegamos a sete mil tainhas, mas sete mil peixes em uma safra é muito pouco”, relata.

Jair aponta que um exemplo de safra boa é a de 2016, ocasião em que em Taquaras os pescadores conseguiram capturar 23 mil tainhas. 

“Havia muito peixe, mas o peixe não ‘encostou’ para nós em Taquaras e outras praias agrestes. Não atingiu a nossa expectativa. Deu um peixinho legal na Praia Central, foi a que mais ‘matou’. Depois deles, nós de Taquaras com sete mil e Taquarinhas pegou cerca de 640 peixes. Foi um ano de muito, muito peixe, como pegaram bastante em Floripa, mas para nós ele não chegou”, acrescenta.

Na Central o resultado da safra foi melhor

Divulgação

O Página 3 apurou com o pescador Laércio Demétrio, do Rancho da Selma e do Rancho Dox Rapazes, que a Praia Central foi a que mais capturou peixe neste ano – porém, diferente de Taquaras, há vários ranchos e por esse motivo cada grupo divide o peixe entre si. 

O Rancho do Luis capturou 1.600 tainhas, já o Rancho da Selma 6.528 e o Rancho Dox Rapazes 5.090 peixes, totalizando 13.218 tainhas. 

Encerramento ‘oficial’ é com o Arrancadão de Canoas

O que marca o encerramento da safra de forma ‘oficial’ é o Arrancadão de Canoas Artesanais, que acontece neste domingo (6), na Barra Sul de Balneário Camboriú, na Praia Central.

Haverá diversas brincadeiras para os pescadores, que vêm de todo o Estado para participar – há confirmados de Balneário, Itapema, Bombinhas, Governador Celso Ramos, Florianópolis, Guarda do Embaú, Imbituba e até mesmo da Ilha do Mel, no Paraná. 

- Publicidade -

A programação inicia às 7h, com entrega das camisetas e inscrições e às 9h a programação oficial, que segue até à tarde, com arrancadão, cabo de guerra, dominó e concursos como pescador mais feio, pescador mais novo, mais velho, etc. O encerramento será com show da banda Maria do Cais.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -