- Publicidade -
19.7 C
Balneário Camboriú

SeCuidaBC: operação de prevenção ao Covid-19 com 300 servidores nas ruas

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Eles vão orientar sobre o que todos sabem, mas muitos não estão mais praticando

Balneário Camboriú realizará a Operação SeCuidaBC, durante o feriado prolongado, para orientar moradores e turistas sobre as normas de prevenção ao Covid-19. São esperados muitos visitantes e os casos da doença voltaram a aumentar no município, com a região de Balneário retornando para a faixa Laranja (grau Grave de contágio de Covid-19) nesta semana.


Seis tendas na Atlântica

- Publicidade -

A secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crocomo, explica que a operação contará com seis tendas fixas, espalhadas pela Avenida Atlântica, e que o trabalho dos 300 servidores se dividirá entre orientar, fiscalizar e distribuir máscaras.

“Vamos alertar quem estiver na praia e no centro da cidade de que ainda vivemos um momento de pandemia. O intuito é realmente orientar, conscientizar da importância do uso da máscara, pois protege eu e você, que o vírus ainda está circulando, os casos aumentaram em nossa cidade e região”, destaca.

A prefeitura também terá barracas nos principais acessos da cidade e haverá ainda faixas de orientação em alguns semáforos.

“Pedimos que, por favor, se alguém estiver sintomático procure atendimento (no Centro Covid, que fica anexo ao Hospital Ruth Cardoso ou no P.A. do Bairro da Barra e UPA do Bairro das Nações). Se isole, faça o exame, não prolifere o vírus”, acrescenta a secretária.


Ação na areia da praia

- Publicidade -

Segundo Leila, os fiscais também vão passar na areia, já que mesmo sendo proibido por decreto estadual permanecer na praia (somente a prática esportiva até quatro pessoas é liberada), as pessoas não estão obedecendo e estão lotando o litoral aos finais de semana, o que deve se intensificar neste por conta do feriado.

“Se tiver, por exemplo, um grupo com 10 pessoas sem máscara e bebendo, não pode, pediremos que se dividam em grupos menores. Quem estiver na areia precisa estar de máscara, continuaremos difundido também o distanciamento e higienização das mãos. Saberemos que será bastante difícil esse trabalho, mas não vamos aliviar, vamos pegar firme para que todos obedeçam, são vidas em risco – de quem vive em Balneário e de quem está nos visitando. Temos regras em nossa cidade e é preciso conscientização”, diz.


Horário especial nos mercados

Outra ação está acontecendo nos mercados da cidade, que também entre sexta e segunda-feira (30 e 2) terão horário especial para os idosos, o principal grupo de risco da doença. Leia mais


Fiscalização segue: “Não estamos no ‘normal’”

Bares e restaurantes da cidade estão liberados para funcionarem, desde que respeitem 50% da lotação e o distanciamento entre mesas, além do uso de máscara por parte dos funcionários e clientes. A Vigilância Sanitária e a Fiscalização continuarão atuando nesse sentido.

O diretor da Fiscalização, Wagner Basso, salienta que assim como a Saúde, estarão focando na conscientização e orientação, pedindo que as pessoas usem máscara e mantenham o distanciamento social.

“A pandemia segue, precisamos continuar nos cuidando. Teremos ações nos bares e restaurantes de sexta a domingo (30 a 1º). Inclusive reunimos as associações ligadas ao turismo e aos bares e restaurantes na quinta-feira (29) e todos concordaram que precisamos reforçar os cuidados. Vamos continuar fiscalizando, porque não estamos no ‘normal’”, afirma.

Quanto as ações na areia da praia, Wagner salienta que é delicado pedir que as pessoas deixem o local, e que por isso vão orientar.

“Estamos com uma equipe de 300 servidores, mas mesmo que tivéssemos mil não conseguiríamos dar conta de tudo, por isso o foco é a prevenção, estaremos distribuindo máscaras também”, conta, opinando que o atual momento é complexo porque muitas pessoas não estão mais ‘aguentando’ a pandemia, e por isso estão deixando de usar máscara e saindo mais.”

“Precisamos nos conscientizar, os casos voltaram a crescer. Não estamos no ‘normal’ ainda para agirmos assim, baladas e aglomerações continuam proibidas e seguiremos combatendo coisas do tipo”, completa.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,752FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,507SeguidoresSeguir
12,000InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -