- Publicidade -
- Publicidade -
18.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Ação de limpeza do Rio Camboriú será neste sábado: comunidade ainda pode se inscrever

O mutirão ‘Juntos pelo Rio Camboriú’, que chega em sua quarta edição, será neste sábado (6) e os organizadores esperam a participação de 250 pessoas (inscrições aqui). 

Os pontos de encontro, às 7h, são no píer do Barco Pirata, na Barra Sul, na Náutica Camboriú, em Camboriú ou no Parque Raimundo Malta (Parque Ecológico de Balneário Camboriú) – para quem preferir ajudar na limpeza ‘em terra’. 

Um dos organizadores da ação é o advogado Valdir de Andrade, que conta que esperam a participação de 250 voluntários.

- Publicidade -

“As inscrições vão ficar abertas até o dia do mutirão (devem ser feitas por este link). Teremos pelo menos 16 embarcações, contamos com o apoio de instituições como Univali, UniAvan, escoteiros, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal, Agentes de Trânsito, prefeituras das duas cidades, Emasa e Águas de Camboriú, além do Balneário Shopping, Unimed e Oceanic Aquarium, que está cedendo óleo diesel para os barcos, lona e outros materiais”, diz.

A prefeitura de Balneário Camboriú cedeu caminhões para descarga dos resíduos, além de luvas e água, já Camboriú está entrando com frutas, água e sacos de lixo para o trabalho dos voluntários. 

“É muito importante as pessoas participarem, pois é uma ação educativa e de conscientização que mostra a situação do nosso Rio Camboriú, que ainda precisa do tratamento do esgoto de Camboriú para melhorar, além da recuperação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Balneário, e o Parque Inundável – e ficamos felizes porque esses três projetos estão em andamento. Porém, seguimos fazendo a ação de limpeza porque pessoas continuam depositando dejetos no rio. Vejo que não estamos enxugando gelo e sim provocando a consciência ecológica, porque precisamos do rio para sobrevivermos”, pontua.

Valdir lembra que hoje é ‘insuportável’ navegar no Rio Camboriú por conta da poluição, e que espera ver um dia o rio novamente como ponto turístico. 

Pela situação da ETE de Balneário, a limpeza começará somente da ponte da BR-101 sentido Camboriú, por questão de segurança. 

“Lembrando ainda que fornecemos luva, repelente e todos os materiais necessários para os voluntários, mas pedimos que vão de calça e camiseta de manga longa. Nossa expectativa é sempre reduzir o número de retirada, mas infelizmente encontramos muito lixo todos os anos. Ano passado foram 42 metros cúbicos retirados e não conseguimos tirar tudo que estava lá. Tem muito volumoso – geladeira, TV, colchão, sofá, vaso sanitário…”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -