- Publicidade -
- Publicidade -
16 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú é destaque em Índice Municipal do Meio Ambiente, do TCE/SC

A Secretaria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú ficou em primeiro lugar pela gestão realizada na cidade, em índice feito pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina que avaliou os 295 municípios catarinenses.

O Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) do TCE/SC é relativo ao exercício de 2021/2020 e mede, através de 22 questões e 11 subquestões, o resultado das ações relacionadas ao meio ambiente que impactam a qualidade dos serviços e a vida das pessoas. Este índice contém informações sobre resíduos sólidos, educação ambiental, estrutura ambiental e conselho ambiental.

- Publicidade -

A secretária do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloísa Lenzi descreveu a notícia como um reconhecimento pelo trabalho feito.

“A Secretaria de Meio Ambiente junto com as outras secretarias e órgãos, tem o grande desafio de manter o equilíbrio entre a urbanização e a preservação ambiental, buscando soluções inovadoras para garantir o desenvolvimento social, econômico e a proteção ambiental, que são os pilares da sustentabilidade”, diz.

Ela destacou os projetos e obras de saneamento executados pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) – que tornam Balneário Camboriú a cidade mais saneada do Estado e entre 116 cidades brasileiras rumo à universalização do saneamento. 

Acrescentou que os diversos programas, proteção animal, gestão de resíduos sólidos, gestão de praias e gestão de unidades de conservação são o diferencial que transforma a cidade mais adensada de Santa Catarina em cidade amiga do Meio Ambiente.

- Publicidade -

Vale lembrar que antes deste Índice, Balneário Camboriú já teve sua gestão de Meio Ambiente reconhecida através das avaliações de instituições como Connect Smart Cities, ocasião em que a cidade ficou em primeiro lugar no Brasil em 2021 no eixo Meio Ambiente, além de ser a primeira cidade no Brasil a receber o Selo Município Lixo Fora d’Água, da Abrelpe e ISWA. 

“Se formos verificar o histórico da evolução da gestão de Meio Ambiente de BC neste índice do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SC), até 2016 não estávamos nem entre os 100 primeiros municípios mais bem avaliados, então este salto para o primeiro lugar em 2019 e 2020 mostra a dedicação da administração municipal neste importante eixo”, acrescenta a secretária.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: