- Publicidade -
- Publicidade -
13 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nova lagoa de aeração de esgoto parece mostrar resultados positivos

O último relatório de balneabilidade divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), com coletas realizadas na segunda-feira na praia central de Balneário Camboriú, permite acreditar que o reparo na lagoa de aeração de esgoto da Emasa deu bons resultados.

Dos 10 pontos de coleta, apenas dois apresentaram quantidade de Escherichia coli  que indica impropriedade para banho. 

Devido à maneira como é calculada a balneabilidade, mesmo com a aparente melhoria do tratamento do esgoto, toda a praia central continuará imprópria para banho por mais duas semanas aproximadamente, sem incluir nesse cálculo a poluição causada pelas chuvas fortes.

- Publicidade -

O reparo na estação de tratamento demorou cerca de um mês e custou R$ 4 milhões (que correspondem a 11 dias de faturamento da Emasa) , o que torna mais incompreensível o motivo da administração municipal ter deixado a praia central de Balneário Camboriú duas temporadas imprópria para banho.

A praia poluída coloca em risco a saúde das pessoas e prejudica a economia municipal, pois afasta turistas.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -