- Publicidade -
16.9 C
Balneário Camboriú

Morre ex-presidente uruguaio Tabaré Vázquez

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Na madrugada deste domingo, 06, o político uruguaio Tabaré Vázquez faleceu, aos 80 anos, em Montevidéu devido um câncer de pulmão detectado em agosto de 2019. A informação foi dada pelo seu partido, Frente Ampla, no Twitter. “Seu exemplo de integridade política e compromisso inabalável com nosso país e povo, nos levará a continuar seu legado”, escreveram.

Na mesma rede social seu filho, Alvaro Vázquez, publicou: “Hoje, às 3 horas, enquanto descansava em casa, acompanhado de alguns familiares e amigos, por causa de sua doença, Tabaré faleceu. Em nome da família, queremos agradecer a todos os uruguaios pelo carinho recebido por ele ao longo de tantos anos”.

- Publicidade -

Vázquez foi o primeiro presidente de esquerda do país, representando a Frente Ampla (FA), cargo que ocupou entre 2005 e 2010, e depois serviu outro mandato entre 2015 e 2020. Ele deixou o cargo de presidente em março deste ano, quando foi substituído por Luis Lacalle Pou, do Partido Liberal, vencedor das eleições do ano passado.

O atual presidente lamentou a morte de Vázquez em seu Twitter. “Ele enfrentou sua última batalha com coragem e serenidade. Tivemos casos de diálogo pessoal e político que eu valorizo e lembrarei. Serviu seu país e com base nos esforços feitos conquistas importantes. Ele era o presidente dos uruguaios. O país está de luto”, escreveu.

Em comunicado, os parentes de Vázquez indicaram que, seguindo os protocolos da pandemia do coronavírus, decidiram não realizar o velório. “Seus filhos e netos irão se despedir em uma cerimônia tranquila e íntima”, explicaram.

Às 13h local uma procissão fúnebre partirá da Esplanada da Intendência Municipal de Montevidéu, no centro da capital, em direção ao Cemitério de La Teja, antigo bairro do representante, onde também será realizado uma cerimônia intimista. “Pedimos à população que se junte a nós nestes atos desde suas casas, com ajuda da cobertura jornalística”, escreveram os parentes.

- Publicidade -

Eles também solicitaram “fortemente” àqueles que insistem em visitar pessoalmente os eventos fazerem das calçadas, evitando multidões, mantendo distanciamento físico, utilizando máscaras e cumprindo todas as medidas sanitárias regulamentadas pelas autoridades competentes”.

Luta contra tabagismo

O presidente foi reconhecido e premiado por sua luta contra o tabagismo e conseguiu tornar o Uruguai o primeiro país livre de fumaça de tabaco na América Latina, em 2006, e o quinto do mundo, ao proibir fumar em espaços públicos fechados.

O câncer marcou profundamente a vida de Vázquez. Na década de 60, ele perdeu a mãe, o pai e a irmã, todos vítimas da doença. Nos anos 70, Vázquez ingressou no Serviço de Radioterapia da Faculdade de Medicina. A partir de então, dedicou sua vida à oncologia.

Apesar de já ter sido fumante, Vázquez não fumava há mais de 50 anos e se tornou um crítico do tabaco. No primeiro mandato como presidente, em 2008, aprovou a lei que proíbe o fumo em locais fechados e impôs restrições mais severas à publicidade de cigarros. Em 2011, ele publicou um livro intitulado Crônicas de um Mal Amigo, em que aborda a doença.

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,752FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,507SeguidoresSeguir
12,000InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -