- Publicidade -
- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú foi alvo de operação da PF que investiga fraude na Farmácia Popular

A Polícia Federal esteve em Balneário Camboriú para investigar uma suposta fraude no programa Farmácia Popular, na terça-feira (26), onde foi cumprido um mandado de busca e apreensão. Em SC houve mais três – dois em Chapecó e um em Lages. 

Segundo a PF, em todo o país, foram feitas 62 buscas, em quatro estados, incluindo Santa Catarina (além do RS, Amazona e Ceará). As buscas feitas em SC foram em endereços de farmácias.

Segundo a PF, a investigação sobre a fraude no Farmácia Popular, tanto em Santa Catarina quanto em outros estados, iniciou após uma denúncia de vendas falsas praticada por uma rede de farmácias com atuação na região Sul do país, repassada à polícia em outubro de 2022.

- Publicidade -

Os investigados responderão, em tese, pelos crimes de estelionato contra a União, falsificação de documento particular, associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Por meio do aplicativo ConecteSUS, é possível verificar se houve uso indevido dos dados de cada cidadão para vendas fictícias por meio do programa Farmácia Popular. Basta acessar a aba “Medicamentos” e, em seguida, a aba “Recebidos”. 

Eventuais transações indevidas identificadas deverão ser informadas à Polícia Federal pelo e-mail [email protected].

O programa Farmácia Popular do Brasil foi criado pelo Governo Federal para complementar a oferta de medicamentos da atenção básica por meio de parceria com farmácias da rede privada.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -