- Publicidade -
- Publicidade -
13 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Cinquentenário da escola Armando Ghislandi será lembrado em sessão na Câmara de Balneário Camboriú

“São 50 anos de muito carinho por aquela escola”, disse o ex-aluno, o vereador Bola Pereira, que propôs a homenagem

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú promoverá sessão solene em homenagem aos 50 anos do Centro Educacional Municipal Professor Armando César Ghislandi, nesta sexta-feira (11), às 18h30.

Vereador Bola Pereira e a diretora Ângela Lacava com o prefeito Armando Ghislandi, em 1998 (Arquivo pessoal)

Quando a escola foi fundada em 1972, na Vila Real, por iniciativa do então prefeito Armando César Ghislandi, tinha menos de 100 alunos, entre eles, o vereador Aldemar (Bola) Pereira, autor do pedido da sessão solene.

“Estudei no ano da inauguração, meus filhos estudaram lá também, moro a 150m da escola. Quando entrei como aluno eu vendia picolés e cheguei a ser o prefeito desta cidade por 150 dias. Portanto, um ensinamento bem aplicado que veio de lá também”, declarou Bola.

- Publicidade -
Jogo de futebol em comemoração ao dia dos pais no ano de 1998…na foto o vereador Bola (C) com Ubiratan Wendt, Iremar Escobar,  professoras Denise Kill e Ângela Laçada, Henrique Dagostin, José de Oliveira, professores Vanderlei e Marlise, Gilmar da Silva entre outros..(Arquivo Pessoal)

Ele guarda muitas lembranças e boas histórias dos tempos em que foi aluno da escola e depois quando tornou-se político também.

“No meu primeiro mandato de 1997 a 2000, ajudei muito a escola, precisava reformar tudo, telhado caindo, quadra de esportes sem tela de proteção. Fizemos campanhas, conseguimos autorização do então promotor Rosan da Rocha e a APP pôde vender espaços no muro da escola. A artista Evelina Carrajola (in memoriam) fez os painéis patrocinados pelas empresas para ajudar na reforma. Quando o Leonel Pavan assumiu de novo a prefeitura em 1997, estava tudo detonado, salários atrasados, orçamento pequeno do município, então a comunidade e as empresas ajudaram comprando o espaço que a Evelina pintava e botava o nome da empresa embaixo. E foi durante o meu mandato de vice-prefeito que a antiga construção foi demolida para dar lugar ao prédio que existe hoje, então são muitas recordações”, disse, acrescentando que ‘são 50 anos de muito carinho por aquela escola que vem transformando para melhor a vida de nossas crianças e jovens’.

A solenidade será aberta à comunidade e poderá ser acompanhada no plenário Vereador Walter Eilers, e também pelo Facebook, Youtube e site do Legislativo.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -