- Publicidade -
- Publicidade -
26.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Governo Lula é ótimo ou bom para 42,7%; 27,9% acham ruim ou péssimo, diz pesquisa CNT/MDA

(UOL/FOLHAPRESS) – Pesquisa do instituto MDA encomendada pela CNT Confederação Nacional do Transporte) divulgada nesta terça-feira (23) mostra que 42,7% avaliam o governo do presidente Lula (PT) como ótimo ou bom, enquanto 27,9%, como ruim ou péssimo.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO FEDERAL

– Ótimo: 14,2%

- Publicidade -

– Bom: 28,5%

– Regular: 28,1%

– Ruim: 7,7%

– Péssimo: 20,2%

– Não sabe ou não respondeu: 1,3%

Avaliação positiva se manteve estável em relação à rodada anterior, de setembro do ano passado. Naquele mês, 40,6% consideravam o governo ótimo ou bom. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

A avaliação negativa também se manteve estável. Em setembro de 2023, 27,2% consideravam o governo federal ruim ou péssimo.

- Publicidade -

Índices são melhores do que o do governo antecessor, de Jair Bolsonaro (PL), no mesmo período. Em janeiro de 2020, segundo ano do mandato anterior, 35% consideravam o governo ótimo ou bom, e 31%, como ruim ou péssimo.

Governo federal é melhor avaliado entre mulheres (44% de ótimo e bom); pessoas com 60 anos ou mais (47%); que ganham até 2 salários mínimos (51%); que estudaram até o ensino fundamental (57%); moradores da região nordeste (61%) e católicos (49%).

Avaliação negativa é maior entre homens (31% de ruim ou péssimo); pessoas com 25 a 34 anos (32%); quem ganha mais de 5 salários mínimos (39%); quem fez ensino superior (37%); moradores da região sul (35%) e evangélicos (36%).

APROVAÇÃO PESSOAL DE LULA É DE 55%

A pesquisa também questionou se os entrevistados aprovavam ou desaprovavam o desempenho pessoal do presidente Lula à frente do governo.

– Aprovam: 55,2%

– Desaprovam: 39,6%

– Não sabem ou não responderam: 5,2%

– Aprovação se manteve estável em relação à rodada anterior, de setembro do ano passado. Naquele mês, também 55% aprovavam o presidente, e 39% desaprovavam.

METODOLOGIA

A pesquisa entrevistou 2.002 pessoas presencialmente entre os dias 18 e 21 de janeiro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança, de 95%.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -