- Publicidade -
- Publicidade -
22.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

La Barrica é chamado de covarde ao cassar a palavra de Juliana Pavan e suspender a sessão da Câmara

O presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú,  David La Barrica, chamou a polícia e suspendeu a sessão legislativa na noite desta terça-feira, quando seria votado o projeto do prefeito Fabrício de Oliveira que revoga uma lei municipal que proíbe alterar o Plano Diretor em período eleitoral e pré-eleitoral.

Em documento distribuído na segunda-feira, 21 delegados revisores do Plano Diretor, representantes da comunidade, afirmaram que o projeto “ignora o princípio da moralidade”  

Após diversos vereadores falarem, La Barrica suspendeu a sessão no momento em que Juliana Pavan usava a tribuna, o que causou revolta na vereadora e tumulto na plateia que saudou o presidente aos gritos de “covarde, covarde, covarde….”  

- Publicidade -

 

Juliana Pavan botando a boca no mundo. (filme de redes sociais)

Na verdade, foi a terceira suspensão da sessão, devido ao mau comportamento da plateia, que não poderia se manifestar, garantindo o direito democrático dos vereadores manifestarem opinião e voto livremente.

Plateia saudando La Barrica aos gritos de “covarde, covarde, covarde….”

A revisão do Plano Diretor envolve interesses de centenas de bilhões de reais, inclusive por parte dos delegados que tumultuaram a sessão, mas o prefeito Fabrício de Oliveira foi extremamente infeliz ao propor a revogação da lei restritiva.

Nos bastidores alguns falam abertamente, sem apresentar comprovação, que o interesse do prefeito é favorecer construtores que o apoiaram, inclusive finaceiramente, ao longo dos anos.

BOLETINS DE OCORRÊNCIA

O saldo da reunião foi o registro de três boletins de ocorrência na polícia:

  • Juliana Pavan registrou BO contra David La Barrica por violência política contra mulher.
  • Nilson Probst regisrou BO contra Gabriel Castanheira, secretário da Segurança, por ameaça.
  • David La Barrica registrou BO contra Juliana Pavan por injúria e difamação.

RETOMADA

- Publicidade -

A sessão será retomada nesta quarta-feira, às 16h. Se os fatos se repetirem, cabe a La Barrica o recurso de pedir à polícia que esvazie o plenário.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -