- Publicidade -
- Publicidade -
26 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

MDB negocia cargos para aderir ao governo Fabrício Oliveira

O principal partido de oposição em Balneário Camboriú, o MDB, que possui uma bancada de três vereadores (Marcelo Achutti, Elizeu Pereira e Nilson Probst), está negociando a adesão ao governo Fabrício Oliveira.

Os envolvidos alegam interesses da política estadual, mas o fato concreto que a adesão está sendo discutida, como sempre, através de empregos na máquina pública municipal.

O MDB foi o partido que interrompeu sucessivos governos do grupo político de Leonel Pavan e Rubens Spernau, que Fabrício integrava, mas ficou sem liderança após um governo polêmico do ex-prefeito Edson Piriquito, que hoje está inelegível pelas próximas duas eleições municipais.

- Publicidade -

Se for levado em conta o histórico dos vereadores emedebistas, Fabrício deve negociar com eles nomeações na área de saneamento (Achuti), segurança (Probst) e subprefeitura da região sul (Elizeu).

Se não for possível obter cargos nessas áreas, os três vereadores aceitarão em outras.

Ao trazer o MDB para seu governo, Fabrício dá o troco e sinaliza que não tem preocupação com o futuro do seu grupo político, que em parte o traiu na recente eleição para o comando da Câmara de Vereadores.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -