- Publicidade -
- Publicidade -
15.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

PROMOBIS: Comissão Regional de Instrução e Acompanhamento dos Processos Legislativos foi implantada

O presidente da AMFRI, Aquiles da Costa definiu o ato como histórico, porque é a largada de um sonho antigo que começa a se concretizar

O Projeto de Mobilidade Integrada Sustentável da Região da Foz do Rio Itajaí (PROMOBIS), avançou mais uma etapa esta semana, com a reunião na quinta-feira (9), com representantes do Banco Mundial, prefeitos, Grupo Técnico que atuam no projeto (CIM-AMFRI, AMFRI e UNIVALI) e imprensa, quando aconteceu a implantação da Comissão Regional de Instrução e Acompanhamento dos Processos Legislativos para Implantação (COMLEG) do PROMOBIS .

(Foto Lyandra Machado Batista)

Com o avanço da estruturação da operação de crédito externa, que propiciará os recursos financeiros para implantação do Projeto, cuja aprovação pelo Banco Mundial deverá ocorrer em março de 2023, o objetivo é ampliar o diálogo entre os poderes municipais constituídos e a sociedade para as devidas avaliações, validações e autorizações para necessárias a continuidade do processo legal.

O presidente da AMFRI e prefeito de Penha, Aquiles da Costa, explica que todos os esforços empreendidos são no sentido de alcançar a assinatura do Contrato de Financiamento até outubro de 2023, para que os projetos executivos de engenharia possam ser contratados. Se as etapas forem cumpridas dentro do cronograma planejado, espera-se que o Sistema de Transporte Coletivo Regional entre em operação no final de 2024.

- Publicidade -

Dia histórico

“O dia de hoje foi histórico. Conseguimos, a partir de hoje, mais do que nunca, ver um sonho antigo se concretizando. Com a nossa região chegando a quase 1 milhão de habitantes, precisamos olhar para a mobilidade. E o Promobis veio para isso. Com a Comleg, nós trazemos o legislativo para que eles possam dar contribuições, sugestões, ajustes e assim que chegar nas Câmaras, seja aprovado o mais rápido possível. Nas próximas semanas iniciaremos os trabalhos e traremos novidades em breve”, explica.

Os benefícios do projeto

Para o Gerente de Operações do Banco Mundial e Especialista em Transportes, Carlos Bellas, “é muito importante mostrar como o projeto irá mudar o patamar da região e fazer com que a mobilidade urbana e entre as cidades tenha uma capacidade muito maior, seja muito mais eficiente, reduza poluição, acidentes e tempo de deslocamento”.

Segundo ele, é uma contabilização de benefícios que vai três a quatro vezes acima do custo do projeto. 

“Isso mostra a importância de fazer esse projeto, uma vez que irá melhorar significativamente a qualidade de vida das pessoas”, finaliza.

 PROMOBIS/AMFRI

O Promobis é um projeto pioneiro no Brasil, pela proposta de gestão consorciada, composto por três grandes iniciativas que podem mudar o futuro da região para melhor: um Sistema de Transporte Coletivo Regional – que vai integrar e interligar os 11 municípios da AMFRI com veículos elétricos e reurbanização de vias; o Túnel Imerso entre Itajaí e Navegantes; e a Mobilidade Ativa em Balneário Camboriú, por meio do Programa Caminhos do Mar.

Investimento

Ao todo, serão investidos US$ 120 milhões com recursos públicos, sendo US$ 90 milhões provenientes do Banco Mundial (BIRD) e US$ 30 milhões da contrapartida do financiamento, podendo ser amortizados em até 25 anos. 

Já os investimentos privados, considerando o Sistema de Transporte Coletivo/AMFRI e o Túnel Imerso, deverão ultrapassar a casa dos US$ 240 milhões.

- Publicidade -

Texto e fotos: Lyandra Machado Batista – Assessoria de Comunicação


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -