- Publicidade -
- Publicidade -
24.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Vereadores decidem cinco vetos e dois projetos de lei nesta terça

Na Tribuna Livre, três convidados e o secretário de Saúde Omar Tomalih

A primeira sessão de outubro da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, nesta terça-feira (3), terá a posse de um vereador suplente, três convidados na Tribuna Livre e uma pauta com cinco vetos e dois projetos de lei.

A reunião começará com a posse de Samir Dawud, primeiro suplente do PDT, que ocupa a cadeira do vereador Patrick Machado, do mesmo partido, licenciado por 30 dias desde o dia 29 de setembro.

- Publicidade -

No momento da Tribuna Livre, também no começo da sessão, quatro convidados farão uso da palavra. 

André Luiz, coordenador e porta-voz do CVV (Centro de Valorização da Vida) de Balneário Camboriú, falará sobre a promoção da saúde mental e a prevenção do suicídio. 

Sandra Mara Luchtenberg, diretora da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Balneário Camboriú, tratará dos trabalhos desenvolvidos pela entidade no município.

O cirurgião-dentista Helvion Ribeiro abordará o movimento social em prol da implantação de um curso superior de Belas Artes na cidade. 

O secretário municipal da Saúde, Omar Tomalih, falará sobre a cannabis medicinal.

A Tribuna Livre é o espaço na primeira reunião do mês destinado a cidadãos e entidades para discorrerem sobre temas de interesse do município.

Vetos

A pauta da sessão é composta por cinco vetos, dois projetos, três pedidos de informações, nove moções e 33 indicações (veja a relação completa clicando aqui).

- Publicidade -

Os cinco vetos do Poder Executivo estarão para votação, e todos vetam a totalidade dos textos dos projetos aos quais se referem.

Veto N.º 4/2023 é ao Projeto de Lei Ordinária 32/2023, do vereador Eduardo Zanatta (PT), que cria o “PraVida”, política municipal de saúde que dispõe sobre a distribuição de medicamentos à base de Canabidiol (CBD) e Tetrahidrocanabinol (THC), no âmbito do município.

Veto N.º 5/2023 é ao Projeto de Lei Substitutivo N.º 1 ao Projeto de Lei Ordinária 150/2021, do vereador Victor Forte (PL), que acrescenta dispositivo à Lei Municipal nº 4169/2018, a qual dispõe sobre as sanções administrativas aplicadas pelo Município de Balneário Camboriú às pessoas físicas ou jurídicas que praticarem maus-tratos a animais.

Veto N.º 6/2023 é ao Projeto de Lei Ordinária 175/2021, do vereador Alessandro Teco (Republicanos), que dispõe sobre a prática da atividade física e do exercício físico, orientados por profissionais de educação física, como essenciais para a população do município.

Veto N.º 7/2023 é ao Projeto de Lei Ordinária 32/2022, da vereadora Nena Amorim (MDB), que institui o Programa de Divulgação dos Serviços relativos à Saúde da Mulher.

E o Veto N.º 8/2023 é ao Projeto de Lei Ordinária 52/2023, da vereadora Juliethe Nitz (PL), que institui no município o “Junho Violeta”, mês de conscientização, enfrentamento e prevenção à violência contra a pessoa idosa.

Projetos

Os dois projetos na pauta são de autoria do Poder Executivo. O PLO 94/2023 estará em primeira discussão, e cria e regulamenta diretrizes urbanísticas por meio de instrumento de política urbana denominada de Operação Urbana Consorciada ORLA BC (OUC-OBC), conforme Lei Complementar nº 3/2010.

PLO 93/2022, por sua vez, estará em votação (juntamente com cinco emendas), e institui o Fundo Municipal de Transporte Coletivo Urbano e Mobilidade Urbana (FUMTUM), e cria o Programa Social de Incentivo ao Uso de Transporte Coletivo.

A sessão ordinária poderá ser acompanhada a partir das 18h30, no plenário Vereador Walter Eilers, e também pela Rádio Câmara, pelo FacebookYoutube e site do Legislativo.

Texto: Assessoria de Comunicação CVBC

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -