- Publicidade -
- Publicidade -
23.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Retrospectiva – Em 2023, Inclusão Social deve apresentar Casa do Autista: hoje, Balneário Camboriú tem fila de 300 crianças

A Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social destaca a abertura do Centro de Inteligência Emocional Casa da Família, na Rua 3.100, um espaço dedicado às famílias da cidade onde acontecem as mais variadas oficinas, sendo também a sede do programa Abraço, como uma das mais importantes aquisições de 2022. 

A secretária responsável pela pasta, Christina Barichello, falou sobre os projetos de 2022 e desafios de 2023, entre eles, o projeto da Casa do Autista, que ela definiu como ‘grande e complexo’. Acompanhe:

Casa da Família foi o destaque de 2022

Christina (Divulgação/PMBC)

A secretária Christina salientou que a ‘maior conquista’ da Inclusão Social em 2022 foi a Casa da Família, que, segundo ela, é um dos maiores equipamentos de Balneário, realizando de 30 a 32 mil atendimentos/mês. 

- Publicidade -

“É um espaço totalmente inovador e gratuito, que entrega para as pessoas de Balneário um dia inteiro de atividades, como ginástica, capoeira, música, fisioterapia, pilates… é um equipamento que não tem em outra cidade do Brasil e é uma corrente do bem, porque temos quase 200 oficinas que são feitas em sua maioria por voluntários, tanto brasileiros quanto de outros países, como pessoas da Argentina, Haiti e até Afeganistão”, contou.

Divulgação/PMBC
Divulgação/PMBC
Divulgação/PMBC

Christina acrescenta que a Casa da Família segue o projeto do prefeito Fabrício, com o objetivo de ‘investir nas pessoas’. “Recebemos muitos vereadores, prefeitos e secretários de outras cidades, porque é referência em política pública, atendendo não somente a vulnerabilidade econômica, mas pessoas que têm dores, que vivem em solidão, e na Casa criam laços”, acrescentou.

Proteção Global será expandido

Outro projeto destaque de 2022 lembrado por Christina foi o Proteção Global que atende questões de racismo, combate à pedofilia, homofobia, pornografia infantil e ainda apoia imigrantes. 

“Ganhamos uma verba bem significativa do Ministério dos Direitos Humanos, no valor de R$ 2,4 milhões para ampliar o atendimento aos imigrantes. Hoje, já temos aula de português para estrangeiros, além de trabalho emocional porque quando chegam no Brasil percebem que a nossa cultura é diferente. Tivemos muitos ganhos com esse projeto. Queremos fazer uma sede, inclusive com uma casa para que os imigrantes fiquem nela os primeiros dias. Vai ter mais de uma casa porque não podemos colocar todos no mesmo local. Já fazemos e vamos ampliar o atendimento que auxilia a fazer documentos, porque muitas vezes eles só chegam com o protocolo da Organização Internacional de Imigrantes, e para conseguir trabalho precisam dos documentos brasileiros”, pontuou.

Desafios para 2023: Casa do Autista

Em 2023, o grande desafio de sua secretaria será a Casa do Autista, para atender todas as questões do espectro autista na cidade. Hoje, quem realiza o atendimento gratuito nesse sentido em Balneário é a AMA Litoral, e a Casa seria mais um apoio. A ideia seria inclusive trabalhar em parceria com a AMA. 

“Vamos trabalhar desde preparar a escola onde o aluno estudará, fazendo o contraturno na Casa do Autista, além do diagnóstico e atendimento aos pais. Queremos que toda a sociedade entenda que ser autista é somente ver o mundo de outra forma. Não é deficiência e sim outro ângulo de visão. Já tem endereço, vai ser onde seria a Casa da Criança. Fizemos reunião com a Promotoria e aceitaram. Vamos adaptar o espaço e trabalhar com uma tecnologia diferenciada. Precisamos abrir a Casa, pois hoje há fila de quase 300 crianças para atendimento”, afirmou.

A intenção é realizar em 2023, pois é um projeto ‘extremamente grande e complexo’, mas que vai ajudar muito a comunidade. 

- Publicidade -

“Será mais uma grande bandeira que Balneário Camboriú irá levantar”, analisou.

Reformas nos centros comunitários e Casa de Passagem

Christina cita ainda que pretendem terminar de reformar os centros comunitários, em 2023, a exemplo do localizado no Bairro São Judas Tadeu. 

“Mas o principal desafio é a Casa do Autista. Também estamos reformando a Casa de Passagem (espécie de albergue municipal, que recebe pessoas em situação de rua), adquirimos o terreno ao lado, onde havia uma igreja; vamos fazer mais vagas, para atender pessoas que vêm à Balneário e não estão em situação de rua, e sim são migrantes, para dar esse apoio inicial”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -