- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Retrospectiva – Entidades representativas de Balneário Camboriú avaliam 2022 e anunciam metas para 2023

Antônio Demos, presidente da AMPE (Associação de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais de Balneário Camboriú)

Divulgação/CVBC

“Em 2022 tivemos em Balneário Camboriú abertura de 6.516 MEIs e MEs e o fechamento de 2.526, representando quase 4000 CNPJ a mais”

“O ano de 2022 foi exitoso para a Ampe por vários fatores. No que refere a cenários, tivemos a redução da ameaça da pandemia e o consequente aumento do número de empresas, um outro fator foi a consolidação do Pronampe, programa nacional de apoio a micro e pequena empresa, no que se refere à concessão de linhas de crédito com tratamento favorecido e diferenciado para os Micro empreendedores individuais.

Com isso, uma das nossas principais conquistas foi a possibilidade de os associados obterem crédito com juros abaixo do mercado, com prazo estendido de carência para financiarem a retomada dos negócios no pós-pandemia.

- Publicidade -

A nossa segunda conquista foi o aumento do número de negócios entre os empresários de empresas de pequeno porte, através da sessão de negócios e do café de Idéias.

Como terceira conquista tivemos a ampliação do número de micro empreendedores individuais e micro empresas nos municípios de Camboriú e Balneário Camboriú com o suporte e assessoria da Ampe no processo de abertura, formalização, concessão de alvarás e das principais atividades burocráticas demandadas pela legislação vigente.

Em 2022 tivemos em Balneário Camboriú abertura de 6516 MEIs e MEs e o fechamento de 2526, representando quase 4000 CNPJ a mais. Já no município de Camboriú os números foram 3703 para abertura e 1088 para fechamento, segundo dados obtidos da JUCESC.

Para 2023 os desafios são ainda maiores e se concentrarão em o número de associados de 300 para 450, ampliar apoio aos Micro Empreendedores Individuais na abertura e manutenção de seus negócios e a realização da feira regional multisetorial de pequenos negócios, visando oportunizar a comercialização e divulgação das pequenas empresas da região da AMFRI”.


Isaac Pires, presidente do SINDISOL (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região)

Isaac Pires herdou a profissão do pai Joel (na foto ao fundo) (Foto Andrea Artigas)

“2022 foi um ano de retomada da estabilidade em nossa área”. 

Foi um ano de consolidação da hotelaria. 

Comemoramos a manutenção dos 10 mil empregos gerados pelo nosso segmento, que logicamente sofreu muito com a pandemia, e mesmo diante dos desafios sobreviveu, manteve as vagas e ainda conseguiu se reinventar. 

A pandemia nos reafirmou como empresários, nos superamos. 2020 e 2021 deixaram suas marcas e mesmo com as dificuldades ajudamos o poder público com leitos para profissionais de saúde e em todas as demandas solicitadas.  2022 foi um ano de retomada da estabilidade em nossa área. Comemoramos também o bom relacionamento com o sindicato dos trabalhadores, que por meio da presidente Olga sempre esteve aberto a negociações. 

Continuamos firmes e fortes com uma taxa de ocupação que nos alegra muito, levando o nome de Balneário para o Brasil e a América Latina. 

- Publicidade -

Independente dos governos que vem e passam, a hotelaria permanece, contribuindo com o crescimento e a consolidação do nosso destino turístico. 

2023: ano desafiador

“2023 será um ano desafiador, tendo em vista que algumas projeções feitas pelo governo prevêem alterações em leis que podem afetar de forma severa os empresários locais, gente que uma vida inteira investiu na cidade e criou milhares de empregos. 

Esperamos que sejam respeitadas a história e a tradição da cidade. 

Não somos contra hotéis de 5, 6 estrelas, nem contra a construção de hotéis de luxo. Somos a favor do desenvolvimento e da qualificação dos empreendimentos. Acreditamos que a cidade precisa, principalmente na região do Centro de Eventos Júlio Tedesco, no entanto, essas novas construções devem respeitar a lei que exige terrenos de 2 mil metros quadrados, como todos os empresários locais respeitaram e não 1 mil metros quadrados, como se defende hoje pelo governo. 

Não tem sentido modificar a lei e facilitar que sejam construídos hotéis com as características que temos hoje, de 3, 4 estrelas. 

Nesse formato temos bons hotéis em nossa cidade, como o novo Ibis e tantos outros. 

Há espaço para todo mundo e repito precisamos de mais em toda região, incluindo Itapema, Itajaí e Camboriú, vivemos como se fosse em uma metrópole, mas a lei tem que ser igual para todos. 

De acordo com uma pesquisa eletrônica feita pela Univali hoje existem 60 mil leitos em Balneário Camboriú. 

Itajaí por exemplo teve 100% de crescimento hoteleiro nos últimos anos, o que foi bom para a mobilidade da nossa cidade. 

Mesmo assim ainda há espaço para mais hotéis. 

Além disso, essa mudança poderá favorecer construções mistas, o que é uma contradição quando se defende qualificação. 

Com essa mudança empresários da construção civil serão os maiores beneficiados. 

Já temos bons hotéis e o suficiente com 3 e 4 estrelas, geramos 10.000 empregos. Além disso, o poder público precisa observar a mobilidade urbana e o impacto dessa modificação. 

Já estamos recebendo o auxílio do promotor Isaac Newton Belota Sabba Guimarães nessa situação, que promete ser a mais desafiadora de 2023, para que a lei seja respeitada. 

Caso isso não ocorra a terceira geração de pioneiros que investiram e acreditaram nessa terra estará ameaçada. 

Por fim, temos certeza que esse novo ano será marcado pela união do trade, tanto pelos resultados obtidos quanto pelos novos desafios. E, apesar das nossas diferenças, somos unidos e cientes de que ajudamos a construir Balneário Camboriú, cada um com sua história. Com certeza 2023 será sensacional”.


Olga Ferreira, presidente do SECHOBAR (Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro, Bares, Restaurantes e Similares de Balneário Camboriú e Região)

(Arquivo Pessoal)

“Preocupação é com a falta de mão de obra, oferta está maior que a procura”

“Fechamos o ano com  vários Acordos Coletivos  e  a Convenção Coletiva de Trabalho com reajuste de 9% nos salários e pisos reajustados, ficando R$ 2.000,00 após o contrato de experiência, sendo o maior do Brasil na nossa categoria!

Várias negociações de conciliações foram feitas no Sechobar entre patrões e empregados, evitando assim, ações trabalhistas! 

2022 vem com tudo após pandemia, durante os finais de semana, férias de julho e feriados, a nossa região recebeu muitos turistas e visitantes, ocupação hoteleira em torno de 80%, restaurantes, baladas e shows bastante público! 

E, como já divulgado por várias mídias, pelo trade e pela administração pública, teremos a melhor temporada dos últimos 10 anos.

Mas, estamos preocupados com a falta de mão de obra, a oferta está maior que a procura, com isso, nossa preocupação é a exploração da mão de obra já contratada tendo que dobrar jornada ou fazer mais de duas horas extras por dia, o que não é permitido .

Pedimos que os trabalhadores e trabalhadoras acessem nosso site: www.sechobar.com.br e leiam a CCT 2022/2023 para ficar mais atentos aos seus Direitos. Estamos a disposição para qualquer esclarecimento.

Objetivos para 2023

Para 2023, temos como principal meta profissionalizar e qualificar nossos trabalhadores e trabalhadoras.

Estamos fazendo um projeto de cursos junto com o Senac, teremos reunião em janeiro para montar a grade de cursos direcionados e nossa categoria.

Faremos novas campanhas de filiação com visitas nas empresas para conscientizar nossos representados sobre a importância do trabalho do Sechobar na vida dos trabalhadores.

Aproveitamos a oportunidade para desejar um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de novas expectativas e realizações

Nossos agradecimentos a todos que confiam no nosso trabalho”.


Vilton João dos Santos, presidente da CDL/BC (Câmara de Dirigentes Lojistas)

(Divulgação/CVL/BC)

O ano de 2022 foi, possivelmente, o mais intenso da história da CDL BC. Estivemos o ano todo em grande evidência.

Elegi três entre vários momentos marcantes

1. Evento de aniversário dos 45 anos da entidade: 

Foi um momento maravilhoso. Reunimos mil pessoas no clube Ariribá para assistir palestras inspiradoras de Marcos Piangers e Bráulio Bessa.

O evento teve cunho humanitário. Para conseguir o ingresso a pessoa tinha que fazer um Pix solidário.

Todo o dinheiro arrecadado foi distribuído entre quatro entidades beneficentes: Associação Amor pra Down; ONG Viva Bicho; Certa e Ama Litoral.

Essa ação deu ainda mais sentido e propósito ao evento.

2. Conquista da próxima convenção nacional lojista:

No dia 21/11 participei de uma reunião com a nossa Confederação (CNDL). Nessa reunião estavam diretores de todo o país. Tive cinco minutos para defender a candidatura de BC, para sediar a convenção nacional lojista em 2024.

Estávamos competindo com outras duas cidades.

Fui muito assertivo em meus argumentos.

Isso se observa pelo resultado final da votação:

  • Caldas Novas (GO): 3 votos
  • Rio de Janeiro (RJ): 3 votos
  • Balneário Camboriú (SC): 22 votos

Vencemos com quase 80% da votação.

Iremos receber cinco mil lojistas de todo o Brasil em setembro de 2024.

Um público com ticket médio alto, que estará consumindo em nosso comércio, rede hoteleira, restaurantes e área de entretenimento.

Será um belo legado que nossa gestão frente à CDL deixará para a cidade.

3. Segunda edição do Viagem de Encantos de Natal:

Em 2022 lançamos a primeira edição do Viagem de Encantos de Natal, que é um resgate dos antigos concursos de vitrines. Agora numa pegada mais contemporânea, incluindo a criatividade, aproveitamento de espaços e detalhes sobre a experiência de compras oferecidas aos clientes.

Este ano aperfeiçoamos o concurso. A  premiação deixou de ser em dinheiro e passou a ser em experiências (todos com direito a acompanhante):

Primeiro prêmio: Um cruzeiro saindo de Santos, inclusive já com o aéreo até São Paulo;

Segundo prêmio: Um final de semana no Chocoland Hotel Gramado. O primeiro hotel temático do chocolate no Brasil

Terceiro prêmio: Um passeio de balão. 

A aceitação ao concurso foi excelente.

Passamos de 39 competidores em 2022 para 81 esse ano.

As principais metas para 2023

  1. Uma campanha de inverno para o comércio, que está em fase de elaboração em parceria com a Secretaria de Turismo;
  2. Planejamento da Convenção Nacional. Serão diversas reuniões no decorrer do ano para formatar o encontro de 2024. Queremos realizar a maior e melhor convenção lojista de todos os tempos.
  3. Muitos encontros presenciais promovidos pela CDL Master e seus braços: CDL Jovem e CDL Mulher:
  • Cursos
  • Workshops
  • Palestras
  • Rodadas de Negócios 
  • Cafés da manhã com associados
  • CDL Cidadã nos bairros
  • Demais ações pontuais 

Esses encontros vão gerar muito networking.

2023 promete…


Emanuelle Carnevalli, presidente da subseção de Balneário Camboriú da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BC) 

(Arquivo Pessoal)

“Nossa Subseção tem quebrado barreiras das quais temos muito orgulho e vejo que começamos literalmente com o pé direito” 

“A OAB de Balneário Camboriú, assim como todos nós, passou por várias mudanças e intempéries causadas pela pandemia, processos políticos, e assim em 2022 fomos nos redescobrindo.

Este ano foi desafiador, aprendemos a viver um novo mundo, na verdade reaprender a “estar”, a “pertencer” de modo físico novamente nos lugares, reuniões, fóruns, audiências, escritórios!

Voltamos com força máxima e focados em aprimorar e auxiliar os advogados que fazem parte conosco desta trajetória que estamos apenas iniciando.

Como primeiro ano de Presidência e tendo a responsabilidade de liderar uma instituição de tamanha importância como nossa amada OAB BC, compartilho com humildade o sentimento de dever cumprido, e digo isso porque nunca agi só, somos centenas de advogados, minha função, juntamente com a diretoria, é de gerir, de incentivar, de apoiar, de acreditar em cada projeto, de conduzir o conselho que tem nos mostrado a cada sessão seu brilhantismo e entusiasmo em aprender, servir e cumprir seu dever com maestria em prol da advocacia de Balneário Camboriú.

Nossa Subseção tem quebrado barreiras das quais temos muito orgulho e vejo que começamos literalmente com o pé direito contando com a pró atividade de nossos colaboradores e o carinho de todos que fazem parte de nossa sede.

A missão daqui para frente é trazer para perto cada vez mais advogados e advogadas de Balneário Camboriú, assim como toda a comunidade e instigar a realização de novos projetos apresentados por nossas comissões e colegas de profissão, lembrando a todos vocês, que estamos aqui para servi-los e para cumprir nosso papel social, essa é a nossa obrigação!

Além disso, trabalhamos para que a nossa sede seja como uma “casa” acolhedora para nossos colegas e nossa comunidade, fomentando projetos sociais e de luta ao acesso à justiça para todos os munícipes.

Imagino que daqui para frente teremos um horizonte de oportunidades e precisamos de braços, pernas, olhares e corações dispostos a estarem conosco nessa jornada e é por isso que agradeço a cada advogado e advogada, entidade, poderes executivo, legislativo e judiciário, que se dedicaram em 2022 e o convido a continuar de mãos dadas com a OAB, para que possamos cada vez mais fazer a diferença na nossa cidade.  

Encerrando agora este ano, gostaria de agradecer a todos pelo empenho e dedicação, ao cuidado em cada detalhe, as contribuições com novas ideias, elaboração de eventos e palestras, tudo em prol de nosso desenvolvimento profissional e social.

Obrigada, desejo um Feliz Natal e que estejamos todos juntos novamente, afim de fazer um 2023 um ano cheio de conquistas e realizações para nossa classe e a sociedade a qual pertencemos”.


Nelson Nitz, presidente do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil de Balneário Camboriú)

(Divulgação/Sinduscon)

“Balneário Camboriú, metro quadrado mais valorizado do país, é um reconhecimento do alto padrão de nossas obras” 

As três principais conquistas em 2022

  1. Balneário Camboriú conquistou a primeira posição no ranking nacional de cidades com o metro quadrado residencial para venda mais valorizado. Esta conquista veio como um reconhecimento do alto padrão de nossas obras, tanto em tecnologia, quanto projeto e acabamento – além de mostrar a solidez do nosso mercado.
  2. O alargamento da faixa de areia da Praia Central, que há muitos anos foi também uma bandeira da construção civil e trouxe ganhos a toda cidade em qualidade de vida, divulgação nacional, e consequente valorização de todo tipo de imóvel: comercial, residencial, novo e usado, para compra e para locação. A cidade tornou-se mais atrativa com esta obra e ampliou as possibilidades de vida ao ar livre e lazer a moradores e turistas.
  3. O crescimento exponencial da construção civil em Camboriú, grande parte motivada pela regulamentação do Solo Criado na cidade – uma bandeira também defendida pelo Sinduscon – atraindo mais empresários a investir na construção de empreendimentos, retornando divisas aos cofres públicos, e consequentes melhorias na infraestrutura urbana de Camboriú, assim como geração de milhares de novos empregos. De 2020 para cá, o crescimento foi de 40%, passando de 1.819 pessoas empregadas no setor para atuais 2.581 pessoas.

As três principais metas para 2023

  1. Aprovar um Plano Diretor enxuto e que contemple os anseios do setor e da cidade rumo ao desenvolvimento baseado em visão estratégica de futuro e qualidade de vida, de forma que possamos ter normas bem definidas e um caminho claro a seguir, que não enseje necessidades de mudança ao longo da jornada.
  2. Reduzir o tempo de análise e liberação de projetos de construção junto à Prefeitura de Balneário Camboriú, uma luta antiga do Sinduscon e que ainda precisamos avançar.
  3. Conquistar mais diligência nos trâmites que envolvem a aprovação de projetos de construção junto a todos os órgãos intervenientes, com normas mais centralizadas, reduzindo o tempo e a burocracia e ganhando em celeridade.
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -