- Publicidade -
- Publicidade -
22.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

31 de Maio – Dia Mundial sem Tabaco chama a atenção para público jovem 

O Dia Mundial sem Tabaco, lembrado nesta sexta-feira, 31 de maio, vai trabalhar a conscientização sobre o consumo de dispositivos eletrônicos por crianças e jovens. 

A campanha lançada pelo Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Câncer (INCA) nesta quarta-feira (29) traz o tema “Proteção das Crianças contra a Interferência da Indústria do Tabaco”, definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O objetivo é alertar para os perigos desses produtos, que são altamente nocivos para a saúde e causam dependência cada vez mais cedo.

- Publicidade -

A campanha quer despertar uma mudança de comportamento e proteger os jovens dos perigos que o uso do tabaco traz.

Com base na última Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) de 2019, 16,8% de estudantes de 13 a 17 anos já tinham provado o cigarro eletrônico.

‘Conscientizar para evitar essa armadilha’, diz pneumologista

O pneumologista Olivo Neto (Divulgação)

Pedro Olivo Netto, médico pneumologista do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí, destaca a urgência da questão. 

“Sabemos que hoje os jovens podem começar usando dispositivos eletrônicos, que já são muito prejudiciais para a saúde, e têm um risco maior de se tornarem tabagistas na vida adulta. Precisamos trabalhar muito na conscientização para evitar essa armadilha, que traz muitos prejuízos para a saúde”, afirma o médico.

O impacto do tabaco na saúde global é devastador. Anualmente, é responsável por 8 milhões de mortes no mundo, incluindo 1 milhão nas Américas. Ele está associado a um número significativo de doenças, como enfisema pulmonar, bronquite, acidente vascular encefálico, osteoporose, câncer em diversas partes do organismo e doenças cardiovasculares. 

“Por conta disso, as pessoas que fumam devem parar de fumar”, completa o médico.

O tratamento para parar de fumar é individualizado, dependendo da necessidade de cada pessoa.  Ele pode ser feito através do aconselhamento médico nas consultas, medicações que podem auxiliar no processo ou em grupos, por exemplo.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -