- Publicidade -
- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Hospital Marieta realiza ações no Agosto Dourado para incentivar o aleitamento materno

Mães que não podem amamentar seus filhos internados na UTI Neonatal do hospital Marieta, recebem a doação de leite humano do Banco de Leite, através da doação de outras mães. O leite doado passa por análises e controle de qualidade, para que seja recebido pela criança sem alterações, garantindo os nutrientes fundamentais para o bebê. 

A importância da amamentação e a doação do leite materno fazem parte da programação do Agosto Dourado. A escolha do dourado para o mês está ligada ao padrão ouro de qualidade do leite materno. As ações ocorrem durante todo o mês, porém, a maioria se concentra na primeira semana; com foco na multiplicação da informação e orientação das mães. A Semana Mundial de Aleitamento Materno ocorre em cerca de 120 países. 

O Banco de Leite Humano  do hospital Marieta, que funciona 24 horas com uma equipe treinada para ajudar as mães com todo o processo de amamentação, tem hoje cerca de 50 doadoras/mês, com um volume médio de 73 litros. Esse leite é distribuído para os bebês internados na UTI neonatal, com exceção daqueles que têm alguma restrição alimentar e que recebem fórmula infantil. 

- Publicidade -

“No último ano tivemos mais de 5 mil atendimentos, incluindo orientações e visitas domiciliares. Foram mais de 1,2 mil litros de leite humano doados”, disse a coordenadora da Maternidade e Centro Obstétrico, Kátia Pandolfo da Silva. 

As mães podem fazer a doação diretamente no hospital ou agendar uma visita domiciliar que é realizada uma vez por semana nas cidades de Itajaí, Navegantes, Balneário Camboriú e Camboriú. 

Para mais informações sobre o Banco de Leite Humano e como doar, basta ligar para o número (47) 3249-9400, ramal 2404. 

Programação

A data será lembrada no Marieta com uma capacitação com os colaboradores através de treinamento sobre amamentação. Também haverá duas palestras tendo como tema “Amamentação, vivências na prática hospitalar”. Uma delas será ministrada pela enfermeira Camila Santos do Couto, responsável pela Saúde da Criança, da Secretaria Municipal de Itajaí e a outra contará com a presença de uma médica neonatalogista.

As mamães internadas no Marieta participarão de uma dinâmica em forma de quiz, com o objetivo de orientar sobre a importância da amamentação para o bebê e ajudar com dicas. Também será realizado um coffee break, com sorteios de brindes especiais para as mamães, que poderão registrar o momento através de fotos. 

A importância do leite materno 

Até os seis primeiros meses de vida, o leite materno deveria ser o único alimento do bebê. Não há necessidade de incluir sucos, água ou outros alimentos. 

Segundo o Ministério da Saúde, a amamentação é recomendada até os dois anos de idade ou mais. 

- Publicidade -

No Brasil, a média de amamentação é de 54 dias apenas. Por isso a importância de estimular o aleitamento e tornar o Agosto Dourado conhecido. 

O leite materno é o parceiro da saúde do bebê e da mamãe. Nos pequenos, protege de infecções, melhora o ecodesenvolvimento motor, mental, social e emocional, além de diversos outros benefícios comprovados pela ciência. No caso das mães, reduz as chances de desenvolver osteoporose, câncer de mama, útero e ovário, além de diminuir o risco de hemorragia e anemia pós-parto. 

“Sem contar que ajuda na interação entre mãe e filho. Este é um momento para aumentar o vínculo afetivo com o bebê, é uma troca de carinho e conexão”, diz a coordenadora Kátia.

Fonte: Oficina das Palavras

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -