- Publicidade -
- Publicidade -
27.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Idosa dada como morta por médicos é encontrada viva em necrotério de São José

(UOL/FOLHAPRESS) – Uma idosa dada como morta por médicos foi encontrada viva no necrotério do hospital por funcionários de uma funerária em Santa Catarina.

A mulher, de 90 anos, deu entrada na sexta-feira (24) no Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis. A queixa era de uma infecção no trato urinário.

No dia seguinte, o filho, Renato Godoy, foi informado sobre o falecimento de sua mãe. O atestado de óbito declarava 23h40 como o horário da morte.

- Publicidade -

“Eu fiz a papelada, chamei a funerária e quando cheguei em casa me ligaram dizendo que a minha mãe estava viva”, contou Renato ao deputado estadual Sérgio Guimarães (União), que divulgou o caso em suas redes sociais.

Os profissionais da funerária perceberam que a idosa não estava morta. Quando foram buscar o corpo, eles sentiram que estava quente e decidiram abrir o saco.

A mulher, encontrada com sinais vitais, foi levada para a reanimação. Ela voltou ao quarto depois de reanimada, mas permaneceu sem equipamentos ou sonda sob ordem médica, relatou o filho.

Na segunda-feira (27), a idosa não resistiu e morreu após 30 horas desde a falsa declaração do óbito.

O Hospital Regional disse ao UOL que um processo de sindicância para apuração foi aberto. O Comitê de Ética Médica e a Comissão de óbito foram acionados.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -