- Publicidade -
- Publicidade -
29 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nos primeiros 15 dias de janeiro, UPA Nações e PA da Barra realizaram 10,5 mil atendimentos

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro das Nações e o Pronto Atendimento (PA) do Bairro da Barra realizaram, nos 15 primeiros dias de janeiro, 10.586 atendimentos, sendo 4.448 no PA e 6.517 na UPA. A maioria dos casos atendidos foram relacionados às ‘tradicionais’ viroses de verão.

20 mil atendimentos até fim de janeiro

A diretora do Instituto Maria Schmitt (IMAS), Aline Leal, que administra a UPA Nações e o PA da Barra, conta que dos 10.586 atendimentos, a maioria estavam ligados à viroses de verão e também boa parte envolvendo turistas ou moradores de cidades da região de Balneário Camboriú. 

“Acreditamos que devemos chegar em 20 mil atendimentos até fim de janeiro. O que nos deixa com muita satisfação é que nenhum dia tivemos fila de espera além de 3h, que é o previsto, mesmo atendendo número semelhante de pessoas ao ano passado, o que mostra que a Covid-19 impactava muito, com denúncias de fila de espera”, diz.

- Publicidade -

Casos de virose aumentaram muito

Aline descreve que a principal procura é de pessoas com sintomas de virose – vômito e diarreia, e que inclusive estão fazendo um trabalho junto da Vigilância Epidemiológica para tentar entender onde as pessoas estão se contaminando – a suspeita é de que seja na praia ou pela água. 

“Por isso, pedimos que as pessoas se alimentem bem, tomem água filtrada, lavem bem os alimentos, porque o percentual de atendimentos de virose está bem acentuado comparado aos últimos anos e isso preocupa. Pedimos que a população se conscientize, se hidrate, tome cuidado se for na praia… e que os pais e mães fiquem atentos porque as crianças desidratam muito mais rápido do que os adultos”, comenta.

A diretora cita ainda que o restante dos atendimentos são ligados também às síndromes respiratórias, por conta da mudança na temperatura. 

“Tivemos um número menor de emergências, entre o Natal e Ano Novo, graças aos atendimentos na Praia Central, nos ajudou muito. Esperamos seguir trabalhando bem, pois o nosso maior objetivo é atender da melhor forma possível os moradores e visitantes de Balneário. Até o momento está dando muito certo”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -