- Publicidade -
- Publicidade -
15 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

UPA Nações e PA da Barra de Balneário Camboriú estão atendendo mais de 1.100 pacientes/dia

Os números são um recorde, 18% a mais do que no mesmo período de 2023

Com a alta demanda de turistas e ainda moradores de cidades vizinhas, somados aos residentes em Balneário Camboriú, nesta época do ano as unidades de pronto atendimento recebem muitos pacientes. 

A média da UPA do Bairro das Nações é de 700 atendimentos por dia e do PA do Bairro da Barra cerca de 420. O governo municipal diz que o número é um recorde, com 18% a mais do que no mesmo período de 2023.

(Divulgação/IMAS)

Mais atendimentos e menos tempo de espera

Muitas pessoas reclamam da demora por atendimento quando procuram a UPA Nações ou o PA da Barra, mas a diretora do Instituto Maria Schmitt (IMAS), Aline Leal, que administra a UPA Nações e o PA da Barra, alega que neste ano conseguiram diminuir pela metade o tempo de espera. 

- Publicidade -

“De 01/12 a 09/01 não ultrapassamos 3h42min de espera, na última temporada, em 2023 chegamos a seis horas de fila de espera. Com o sistema que a prefeitura trouxe, conseguimos acompanhar em tempo real o fluxo das unidades”, diz.

Viroses e conjuntivite

Aline salienta que o fluxo está ‘controlado’, mas que estão ‘correndo atrás’ para adequar e conseguir atender da melhor forma possível os pacientes. 

Ela detalha que percebem que não estão com internações ou atendimentos graves, e que o maior número de pacientes tem sido voltado para urgência menor (cor verde), com sintomas como cefaleia, vômito, diarreia -as habituais viroses-, tanto em adultos quanto em crianças. 

“O que percebemos é que não é só sobre a praia, muita gente fala que nem foi para a praia, mas que não sabe de onde bebeu água, se foi algo que comeu… e também me chamou a atenção o número de casos de conjuntivite na cidade – não é um surto, mas há casos. Não teve tanto quadro gripal também”, acrescentou.

Mais de mil atendimentos/dia

A coordenadora destaca que a partir do dia 3/01 subiu o número de atendimentos – a média dos primeiros dias de janeiro, até terça (9), foi de 700 atendimentos/dia na UPA Nações e 420/dia no PA da Barra. 

“Em 2023, nessa mesma época, foram menos atendimentos. Notamos um aumento de 18%, e se continuar nessa média vamos crescer em números de atendimentos em cerca de 25% em relação ao verão passado”, completou.

Secretário de Saúde aponta que novo sistema pode causar demora maior nos atendimentos

O secretário de Saúde de Balneário Camboriú, Omar Tomalih, disse que a demora acontece pelo grande número de pessoas, pontuando assim como Aline o recorde de atendimentos. 

- Publicidade -

“Outro fato é que até dia 8 (segunda-feira) as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Camboriú estavam de recesso, então as pessoas de lá, vinham para Balneário, além do número alto de turistas que aqui temos”, apontou.

Omar também destacou a questão da mudança de sistema na Saúde, que acontecerá nesta semana e que, segundo ele, também pode causar certa demora nos atendimentos. 

“Porque os profissionais, apesar de serem treinados, precisam se sentir seguros. Eles tiveram um mês de treino, mas sabemos que no primeiro momento vão sentir insegurança, talvez nos primeiros dias demore por isso também”, finalizou.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -