- Publicidade -
- Publicidade -
25 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Comandante do Corpo de Bombeiros de Balneário Camboriú alerta sobre arrastamentos e cuidados com crianças

Operação Veraneio começou esta semana com a formatura de 31 guarda-vidas

A Operação Veraneio, do Corpo de Bombeiros, em Balneário Camboriú, iniciou nesta quinta-feira (15) durante solenidade de formatura de 31 guarda-vidas, que irão atuar na temporada. 

(Divulgação/CBBC)

Ao todo, 110 guarda-vidas, entre militares e civis, vão atuar, sendo 70/dia, tanto na Praia Central quanto nas agrestes.

O curso de guarda-vidas possui 120 horas/aula e foi realizado nos meses de outubro a novembro, com aulas teóricas e práticas. Os candidatos receberam instruções sobre o ambiente marinho, trabalho preventivo, o serviço de guarda-vidas, leis de tráfego marinho, educação física, natação aplicada, relações humanas e turismo, recuperação de afogados e técnicas básicas e avançadas de salvamento aquático. 

- Publicidade -

No decorrer do curso os candidatos experimentaram diversos mares em diferentes praias de Balneário Camboriú, Itapema e Bombinhas.

Temporada movimentada

O Comandante do 13º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM) de Balneário Camboriú, Tenente-Coronel José Ananias Carneiro, disse que a expectativa para esta temporada é de que supere o movimento dos últimos anos. 

“Balneário Camboriú foi muito divulgada, a expectativa do turismo, ainda mais com o fim da pandemia, é de que tenhamos uma das maiores temporadas que já tivemos. Estaremos com 110 guarda-vidas concorrendo a escala, e devemos ter entre 50 e 70 trabalhando em nossas praias diariamente”, disse.

Vigília de crianças deve ser constante

O Comandante lembrou as principais ocorrências do verão em Balneário, como os afogamentos de crianças, que precisam estar sendo sempre vigiadas pelos pais e/ou responsáveis, para que situações como a desta semana não se repitam, quando o pequeno Benjamin Amado Vieira, de seis anos, faleceu (ele estava com a família, no Pontal Norte, e se afogou). 

“Muitas crianças também se perdem, isso todo ano acontece. Por isso, pedimos que os pais coloquem as pulseirinhas de identificação que damos nos postos dos guarda-vidas e também a prefeitura dá, através do Projeto Praia Limpa, porque com a praia cheia é fácil se perder. Se você achar uma criança perdida, leve para os guarda-vidas, temos rádios e conseguimos nos comunicar e resolver a situação”, afirmou.

Arrastamentos devem aumentar

Ananias salienta que outras ocorrências comuns são os arrastamentos (quando a pessoa é levada para a corrente de retorno, e se não sair, pode se afogar).

No último verão foram registrados 400 arrastamentos em Balneário Camboriú. 

- Publicidade -

“Neste ano, deve aumentar. Também pedimos para as pessoas tomarem cuidado com a bebida alcoólica e não entrarem no mar durante a noite, além de respeitar as bandeiras e procurar se banhar perto dos postos de guarda-vidas. Podem perguntar, tirar dúvidas, estamos na praia para ajudar”, acrescentou.

Em caso de emergência, ligue 193 ou procure ajuda no posto de guarda-vidas mais próximo.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -