- Publicidade -
- Publicidade -
30 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Polícia Militar apreendeu em Balneário Camboriú e Camboriú mais de uma tonelada de drogas em 2023 

Houve redução em crimes como homicídio, furto e roubo, mas casos de violência doméstica aumentaram, segundo os dados da PM

O Comando do 12⁰ Batalhão de Polícia Militar (BPM), que cobre Balneário Camboriú e Camboriú, divulgou levantamento das ocorrências atendidas em 2023. Os números surpreendem: nas duas cidades houve apreensão de mais de uma tonelada de drogas; registro de redução em crimes como furto e roubo, mas aumento nos casos de violência doméstica. Confira os números divulgados:

Balneário Camboriú

Mortes violentas (homicídio e feminicídio) 

Em Balneário Camboriú foram registrados em 2023 dois feminicídios e oito homicídios (referente a homicídios, em 2022 foram registrados 13, uma queda de 23%).

Crimes contra o patrimônio (furtos e roubos) 

Esses crimes tiveram uma pequena queda, em especial os crimes de furto com queda de 16,5%, caindo de 1.021 em 2022 para 852 em 2023. Já roubos foram 131 em 2022 e 130 em 2023. Ainda assim, o Comando do 12BPM vê que os números foram altos e as ações serão planejadas durante o ano de 2024 com o objetivo de reduzir esses índices.

- Publicidade -

Violência doméstica

Casos de violência doméstica aumentaram nas duas cidades (Divulgação/12BPM)

Houve aumento neste crime na cidade – em 2022 foram 365 casos atendidos pela PM e em 2023, 383.

Apreensões de armas

Foram apreendidas 23 armas de fogo (em 2022 foram 27).

Veículos recuperados

Diversos veículos furtados/roubados também foram recuperados (Divulgação/12BPM)

A PM recuperou em Balneário, em 2023, 28 carros e motos que haviam sido furtados ou roubados.

Prisões

A PM também realizou ao longo do ano diversas prisões de foragidos da Justiça que estavam em Balneário ou Camboriú (Divulgação/BPM)

A PM prendeu 696 pessoas em Balneário Camboriú em 2023 (em 2022 haviam sido 747) – lembrando que não necessariamente todas elas ficaram presas, já que podem ser liberadas na delegacia ou em audiência. 

O 12BPM também cumpriu em Balneário 81 mandados de prisão (pessoas que estavam foragidas da Justiça e que, após serem encaminhadas para a delegacia, são levadas diretamente para o Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí). 

Apreensões de drogas

Maconha – 511kg (aumento de 24,9%); cocaína – 253kg (aumento de 1305%); crack – 156kg (aumento de 1100%); ecstasy – 10711 comprimidos (aumento de 189%); LSD – 7196 micropontos (aumento de 5611%).

Camboriú

Balneário Camboriú não registrou nenhuma morte em confronto com a PM em 2023, mas Camboriú teve quatro casos (foto de uma situação ocorrida em setembro/2023) (Divulgação/12BPM)

Mortes violentas (homicídios e as mortes em confronto com policiais) 

8 homicídios (mesmo número de 2022) e quatro mortes em confronto (em 2022 haviam sido seis). Não houve nenhum feminicídio em Camboriú em 2023.

- Publicidade -

Crimes contra o patrimônio (furtos e roubos)

Esses crimes também tiveram queda em Camboriú – em 2023 foram 379 furtos e em 2022 haviam sido 425, uma queda de 10,8%. Já roubos foram 76 em 2022 e 50 em 2023 (redução de 34,2%). 

Violência doméstica

Houve aumento nesse crime na cidade – em 2022 foram 395 casos atendidos pela PM e em 2023, 458.

Apreensões de armas

Apreensão de drogas e armas em Camboriú, em junho/2023 (Divulgação/12BPM)

Foram apreendidas 33 armas de fogo (em 2022 foram 32).

Veículos recuperados

A PM recuperou em Camboriú, em 2023, 58 carros e motos que haviam sido furtados ou roubados.

Prisões

A PM prendeu 492 pessoas em Camboriú em 2023 (em 2022 haviam sido 428) – lembrando que não necessariamente todas elas ficaram presas, já que podem ser liberadas na delegacia ou em audiência. O 12BPM também cumpriu em Camboriú 91 mandados de prisão (pessoas que estavam foragidas da Justiça e que, após serem encaminhadas para a delegacia, são levadas diretamente para o Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí). 

Apreensões de drogas

47kg de maconha apreendidos em Camboriú em dezembro (Divulgação/12BPM)

Maconha – 253kg (redução de 1,3% em relação a 2022); cocaína – 180,1kg (aumento de 230,6%); crack – 12,5kg (aumento de 142%); ecstasy – 30145 comprimidos (aumento de 2405,4%); MDMA – 3,3kg (aumento de 7019%); skunk (derivado da maconha de alta potência) – 0,9kg (aumento de 3496%).

1kg de crack apreendido em Camboriú, em dezembro. Esta quantia dividida rende quatro mil pedras da droga (Divulgação/12BPM)
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -