- Publicidade -
15 C
Balneário Camboriú

BC 4 Estações: Turismo planeja ações para o segundo semestre, com apoio de entidades e moradores

Em setembro haverá ação especial de Primavera e o Natal já está sendo planejado

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Aconteceu na terça-feira (1º) uma reunião onde o secretário de Turismo, Geninho Góes, apresentou para entidades da cidade as ações realizadas nos primeiros 100 dias do projeto BC 4 Estações, que tem como objetivo retomar o turismo em Balneário Camboriú, de forma segura e planejada. Eventos e ações já estão sendo organizadas para o segundo semestre, e Geninho quer incentivar que a comunidade participe. 

Primeiros 100 dias 

Segundo Geninho, participaram do encontro entidades de diversos segmentos como comércio, construção civil, Liga Carnavalesca, hotelaria, bares e restaurantes, etc., pois o objetivo é incentivar que todos participem e apoiem o projeto.

“Nesses primeiros 100 dias fizemos o Renascer BC, em abril, além da organização de apoio a eventos, com manual do que precisa ser feito para realizar eventos em Balneário. Organizamos a plataforma EAD onde, futuramente, será a Academia do Turismo BC, queremos lançá-la em julho, para capacitar os profissionais da cidade, mas para isso dependemos de licitação, que deve ser aberta em breve”, conta. 

- Publicidade -

Durante esses 100 dias o secretário também participou de reuniões junto da BC Investimentos para discutir a Passarela da Barra, o Morro do Careca e o futuro Mercado Público do Bairro da Barra, e com o governo municipal sobre o alargamento da faixa de areia, além ainda de se encontrar com moradores da região sul (Barra e Praias Agrestes), e com a Liga Carnavalesca para já começar a planejar o Carnaval de 2022. 

“Também fizemos um levantamento de dados para divulgar Balneário de forma mais inteligente, assim como uma reestruturação interna da Secretaria de Turismo. Foram muitos compromissos, 1.000 dias em 100”, diz. 

Planos: envolvimento da comunidade 

Quanto ao futuro, Geninho contou ao jornal que defendeu aos empresários que o turismo não é somente promoção do destino e divulgação em feiras, e sim envolver a cidade como um todo – gastronomia, comércio, atrativos turísticos, infraestrutura, etc. 

“Participaram 40 representantes da sociedade civil organizada, e repassamos para eles os projetos que temos em mente e uma ficha de adesão, onde cada um terá que informar em qual projeto irá participar e como pretende nos apoiar. Por exemplo, no Natal entidade x vai se mobilizar de tal forma, e em cima disso vamos organizar reuniões para planejar tudo em conjunto. Na Primavera, no início de setembro, teremos também ações especiais de decoração da cidade, queremos levar arte para a rua, já que é a estação mais colorida do ano”, salienta. 

Sobre o Natal, o secretário antecipou que a data já está sendo formatada e que pretendem licitá-la em breve. Áreas públicas vão ser decoradas, mas a Secretaria de Turismo pretende incentivar que condomínios façam decorações, assim como comércios, hotéis e restaurantes. 

“Não podem esperar só do poder público, a Secretaria de Turismo não é isolada”, afirma.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -