- Publicidade -
- Publicidade -
21.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Turismo de Balneário Camboriú celebra continuidade do Perse: lei foi sancionada quarta-feira

O Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE) foi sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na quarta-feira (22), o que foi considerado uma vitória pelo segmento turístico do Brasil. 

Representantes do turismo de Balneário Camboriú acompanharam toda a luta pela continuidade do programa, que concede benefício da alíquota zero de tributos (Imposto de Renda (IR), Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins)) e foi um grande benefício para a recuperação da indústria turística, a mais afetada pela pandemia de Covid-19.

O trade turístico de Balneário Camboriú recebeu com gratidão a aprovação da continuidade do PERSE, que fortalece a economia da região e garante a segurança financeira para empresas e profissionais do setor. Sua continuidade proporciona uma perspectiva positiva, além de estimular o investimento e a confiança do setor. 

- Publicidade -

O Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau participou ativamente do movimento que uniu toda a classe turística do país, inclusive com representantes que viajaram por diversas vezes até Brasília.

Cristiano e Margot presentes em Brasília (Divulgação)

‘Uma grande vitória para o setor e para Balneário’

Na quarta-feira (22), quando a lei foi sancionada pelo presidente Lula, a vice-presidente de Promoção do Destino do BC Convention, Margot Rosenbrock Libório, estava no Distrito Federal. 

A hoteleira foi até Brasília para prestigiar a sanção do projeto de lei e fazer um último esforço a favor desse programa, que é essencial para que o setor turístico continue se desenvolvendo e tendo investimentos. 

“O setor de turismo e eventos foi o primeiro a parar na pandemia e foi o último a retornar. Esse é o primeiro programa de apoio com redução de carga tributária para o setor turístico. Nós nunca tínhamos tido um outro programa nesse sentido. A gente quer que usufrua do programa quem realmente tem direito a ele e que essa adesão seja fiscalizada, extinguir o PERSE não era opção. Estamos muito felizes, é uma grande vitória para o setor e para Balneário Camboriú é importantíssimo, para que a indústria do turismo siga crescendo na nossa cidade, na nossa região e em Santa Catarina, que é um estado essencialmente turístico”, diz.

‘O Perse permitiu manter as empresas e até crescer’

O sócio-diretor do Grupo Oceanic (responsável pelos atrativos de Balneário Camboriú Oceanic Aquarium, Aventura Jurássica, Aventura Pirata, Classic Car Show e Space Adventure), Cristiano Buerger Filho, o Kiko, também esteve em Brasília na quarta-feira. 

Ele salienta que a continuidade do PERSE é de suma importância, já que o programa é o principal para a manutenção dos empregos nesse setor tão importante, que representa cerca de 8% dos empregos diretos no Brasil e que foi tão afetado pela pandemia. 

“O PERSE permitiu não só as empresas manterem os empregos, como até crescer, como o maior gerador de empregos em 2023, representando dois em cada 10 novos empregos. E nos deixa muito mais tranquilos agora, depois dessa aprovação, em termos de segurança jurídica, de continuar os investimentos e a programação de expansão, pois poderemos contar com esse importante benefício, que é um dos primeiros do setor; justamente um setor tão importante que se uniu durante a pandemia e está sendo muito mais ouvido e valorizado nos últimos anos”, destaca.

- Publicidade -

‘O principal legado foi a união do setor’

Segundo Osny Maciel Junior, diretor de hotelaria do Sindisol, a sanção do Perse é de grande importância para todo o turismo brasileiro. 

“O que não podemos esquecer é que o objetivo principal é ajudar a recuperação econômica de empresas, de profissionais do setor de eventos, que foram fortemente afetados durante a pandemia da Covid-19. Mas o principal legado que a gente leva foi a união de todo o setor em inúmeras reuniões e visitas aos gabinetes dos deputados federais e senadores que representam Santa Catarina. O setor é um grande gerador de empregos e movimenta diversos outros segmentos, como a hotelaria, a alimentação, o transporte”, observa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -