- Publicidade -
- Publicidade -
14.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Cantora de Camboriú foi destaque no Programa do Ratinho

A cantora de Camboriú, Priscila Ogg, 28 anos, participou na segunda-feira (15) do quadro ‘Dez ou Mil’ do Programa do Ratinho, no SBT, em São Paulo. Ela foi o destaque da atração, que é o ‘show de talentos’ do programa, e voltou para casa com o desejo de ampliar cada vez mais o seu alcance.

Ao Página 3, a cantora contou que se sentiu uma estrela em todas as etapas ‘pré, durante e pós programa’, que foi ao vivo. 

- Publicidade -

“A produção foi extremamente atenciosa e impecável do início ao fim. Os bastidores me encantam demais e fiz questão de mostrar para os meus seguidores quase em ‘pay-per-view’ cada detalhe que dava tempo de gravar. Teve ensaio, jantar, maquiagem, cabelo e enfim a grande hora. Eu estava assustadoramente calma demais com tudo aquilo, é o meu mundo dos sonhos, sinto que realmente nasci para estar ali, mostrando quem sou e cantando o que quero falar para o mundo”, diz.

(Divulgação/SBT)

Priscila cantou ‘Força Estranha’, já apresentada por ídolos como Gal Costa, Caetano Veloso, Ana Carolina e Roberto Carlos. 

“Todos os jurados me elogiaram bastante, me deram nota máxima e ao final o cantor Ovelha considerou a melhor atração da noite”, conta, ainda aproveitando para elogiar o apresentador, Ratinho, que descreveu como ‘humilde e com essência mantida’.

“Ele é o que vemos na tevê, sem tirar nem por. Ele destacou minha presença de palco, assim como os jurados, e recebi elogios que realmente não estava esperando. Sabia que seria incrível, mas ser considerada destaque não estava esperando”, afirma.

- Publicidade -

Após o programa, a cantora de Camboriú notou aumento em seus seguidores (Instagram @priscilaogg), o que era um de seus objetivos. 

“Fico muito feliz com isso. Porque sei que quem está chegando agora é porque realmente gostou do meu trabalho e faço questão de agradecer um por um. Afinal, manter quem eu sou é algo que priorizo demais na carreira. Não importa onde ou com quem eu esteja, minha essência nunca poderá ser esquecida. De onde eu vim faz parte da minha caminhada, e deve ser valorizado”, pontua.

Mais arte

Priscila Ogg possui um EP autoral chamado “Pelo Sentido do Tocar”, gravado em 2017 por Ivan Teixeira, músico e produtor de grandes nomes da música nacional, acompanhado por Ariane Ross como vocal coach. O single “Brilho no Olhar”, uma das faixas do EP, esteve na final do Festival da Canção de SC. No ano seguinte, a música “Reflexo na Rua” esteve na final do mesmo evento. Além da música, a cantora tem outras artes como fonte de renda: desenhos realistas, customização de roupas, essências perfumadas e tudo o mais que considerar como arte. 

- Publicidade -

A artista também já integrou produções de teatro musical que ficaram conhecidas em Balneário, como A Bela e a Fera e A Família Addams, ambas dirigidas por Júlio Batschauer, que faleceu em julho de 2020.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: