- Publicidade -
- Publicidade -
18.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

É tempo de Natal

O Natal é a maior festa cristã, porque celebra o nascimento do menino Jesus. Para lembrar a importância da data, o Página 3 convidou o Pastor Eloir Carlos Ponath, da Igreja Martin Luther (IECLB) e o Frei Roberto Carlos Nunes, pároco da Igreja Matriz Santa Inês, para trazer o significado desta festa e tudo o que ela representa em artigos abaixo reproduzidos, especialmente para os leitores de Balneário Camboriú. 

Acompanhe:

Feliz Natal e próspero ano novo…

Pastor Eloir Carlos Ponath

- Publicidade -
(Divulgação)

“Com frequência ouvimos ou dizemos: “feliz Natal e próspero ano novo”! Na igreja, estão em foco os preparativos para teatros, poesias, canções, recitais, caminhadas de advento e celebrações especiais. 

O comércio, com a pressa em vender seus produtos, acaba antecipando o período de comemorações para até antes de finados. 

Fim de ano, festejos da virada, tudo isso se entrelaça aos festejos do Natal e aí está uma época de intenso movimento.

Em um dos hinos de nosso “Livro de Canto” nós cantamos: “Com júbilo cantai, alegres anunciai: A nossa alegria na manjedoura jaz, [às pessoas] alumia com sua santa paz: Eis o Salvador, eis o Salvador!” (nº 388)

“Feliz Natal!” – aprendemos a desejar a quem está à nossa volta. De onde vem a felicidade que anunciamos no Natal? Ela vem da manjedoura, do cocho de palhas que abrigou nosso Salvador. Por que desejamos feliz Natal? 

Tal alegria só tem sentido se reconhecemos que em Jesus a misericórdia de Deus nos alcança e nos resgata do pecado, convocando-nos a viver de forma a demonstrar em nossos gestos, nossas ações e nossas palavras o amor de Deus. 

Nossa alegria se instala em saber que Deus não desiste de nós. Jesus veio na manjedoura em Belém para chamar as pessoas a olharem para a simplicidade e a humildade. 

- Publicidade -

Não podemos cair na onda dos atrativos do comércio e achar que um feliz Natal é aquele recheado de presentes finos e um grande banquete. 

Não podemos anunciar um Natal acessível apenas a alguns. Jesus veio para trazer Salvação a todas as pessoas. Ele veio para motivar cada pessoa a assumir a tarefa de levar ao mundo propostas de vida, perdão, misericórdia, solidariedade, partilha, união e paz. Feliz Natal tem aquele que entende sua vida renovada a partir da misericórdia e do amor de Deus.

“Próspero ano novo!” – nós emendamos ao voto de feliz Natal. Próspero é sinônimo de bem-sucedido, afortunado e feliz. Se cada pessoa cristã se empenhar em ser sinal de vida e exemplo de honestidade em toda e qualquer posição social que estiver, então podemos iniciar uma caminhada rumo à nova vida proposta por Jesus Cristo. 

Porque próspero ano novo terá aquela pessoa que tiver seus direitos respeitados e sua dignidade preservada. 

Vivemos uma sociedade brasileira fragilizada pela corrupção e cinismo de seus governantes. 

Políticos que se “vestem” de cristãos para ganhar voto e se mostram mais preocupados com a própria prosperidade. 

Não apenas isso, há também aquelas pessoas que reconhecem o que há de ilícito na ação de outras pessoas, mas acham normal tirar vantagem no troco errado do caixa do supermercado; acham normal ganhar algum benefício em troca do voto; acham normal mentir ou encobrir um erro para se dar bem em determinada situação. 

Ter próspero ano novo será resultado da determinação de todas as pessoas cristãs em empenhar-se para ser “sal da terra” e “luz do mundo”.

Feliz Natal a você! 

Que você se sinta feliz em saber que Jesus nasceu num cocho de animais para te mostrar que Deus está perto das pessoas fragilizadas e necessitadas. 

Que você se sinta feliz em saber que o nascimento de Jesus foi a manifestação da misericórdia de Deus para que cada pessoa se arrependa de seus pecados e mude sua vida para a prática e a vivência do amor – ao próximo e a Deus. 

Que você se sinta feliz em saber que tudo que Jesus anunciou e ensinou culminou em sua morte de cruz, por causa dos pecados que você e eu cometemos, contrariando o testemunho cristão do amor de Deus. 

Feliz Natal para você! Sim! Porque Deus não desiste de você!

E próspero ano novo!

Que você se empenhe em ser uma pessoa que vive e testemunha os ensinamentos de Jesus Cristo. 

Que você se dedique a ser exemplo de fé, de honestidade e de bondade junto à sua família, ao seu trabalho, à sua comunidade, à sua sociedade. 

Que você se esforce para fazer a outras pessoas tudo que gostaria que elas fizessem a você. 

Que sua vida seja bem-sucedida e feliz na vivência dos ensinamentos de Deus.

Feliz Natal e próspero ano novo!”

P. Eloir Carlos Ponath – Igreja Martin Luther/Comunidade Balneário Camboriú da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil


Mais uma vez é Natal! 

Frei Roberto Carlos Nunes

(Divulgação)

“Somos tocados pelo amor de Deus, que é Pai amoroso e carinhoso que envia para junto da humanidade o seu Filho Unigênito – Jesus.

O Verbo se fez carne e veio habitar entre nós e, assim podemos cantar essa canção: “Natal é vida que nasce. Natal é Cristo que vem. Nós somos o seu Presépio e nossa Casa é Belém. Deus se tornou nossa grande esperança e, como criança, no mundo nasceu. Por isso, vamos abrir nossa porta, a Cristo o que importa é conosco viver”.

O Natal é um tempo diferente de outros dias do ano, pois até mesmo a pessoa que vive como se Deus não existisse também é tocado por esse recém-nascido deitado na manjedoura. Pode o Natal estar paganizado, envolvido pelo consumismo, deformado sem seu sentido divino, mas permanece sempre algo de verdadeiro neste tempo de Natal. 

No Natal, vivemos uma alegria sem tamanho, pois Deus cumpre sua promessa de enviar o Emanuel (Deus Conosco) para salvar o mundo e viver dentro do coração do ser humano. Nestes últimos dias, próximos a festa do nascimento de Jesus, estamos vivendo momentos difíceis e conturbados pela situação climática que afetou uma grande parte da população em todo país e, de modo especial, nossa região. Famílias que perderam seus bem materiais e, mais triste, algumas famílias que perderam seus entes queridos por causa das fortes chuvas. Sim, tempos difíceis. É neste momento que precisamos olhar para o recém-nascido e refletir sobre a paz e a solidariedade.

Também vivemos uma situação política e social que vem dividindo nossas famílias e sociedade. Por isso, Natal é tempo de deixar nossas desavenças e olhar para o Deus infinito que vem se igualar a nós e a todos só fala palavras de paz. 

O Natal é uma festa religiosa e um momento privilegiado, para despertar nossa consciência de responsabilidade social e de nossa fé cristã.  O Natal é tempo de deixar a paz permanecer em nosso interior. É tempo de deixar o amor nos levar a viver a uma ação concreta, motivada pela justiça e caridade, para que todo o ser humano viva com dignidade no seu dia a dia. A festa do Natal é um brado de alerta, um apelo, a manifestação da esperança para que os filhos de Deus consigam uma melhor participação dos bens criados pelo Pai para toda a sua família.

Enfim, a alegria é parte insubstituível do Natal. Deixemos que ela penetre amplamente na atmosfera que respiramos nesta época do ano. E, para bem celebrar esse Natal precisamos também estar na escuta da Palavra e na Partilha do Pão, que é Jesus. Queremos convidar a você e sua família para participar conosco das celebrações natalinas que irão acontecer na Paróquia Santa Inês: Sábado, dia 24, Véspera de Natal, teremos missa na Matriz às 17h e às 19h, domingo, dia 25, Natal, teremos missa às 07h, 8h30, 10h, 18h e 19h30. Desejo a você um Natal cheio de paz e alegria!”. 

Frei Roberto Carlos Nunes – pároco da Igreja Matriz Santa Inês, de Balneário Camboriú

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -