- Publicidade -
- Publicidade -
23.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Espetáculo ‘Ubu Rei! Uma metáfora mamulenga’ estreia terça-feira, em Balneário Camboriú

O espetáculo ‘Ubu Rei! Uma metáfora mamulenga’, criado pelo ponto de cultura Inventor de Sonhos, de Balneário Camboriú, estreia na terça-feira (27), às 14h, na Escola de Educação Básica (EEB) Professora Francisca Alves Gevaerd, no Bairro da Barra. 

Patrocinado pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC), da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, o espetáculo circulará por 20 escolas, públicas e particulares, e bairros de Balneário. 

Ubu Rei foi criada ainda no século XIX

Escrita em 1888 por Alfred Jarry, a peça ‘Ubu Rei!’ possuía originalmente o intuito de satirizar o aspecto rude e grosseiro do professor de física da escola, mas acabaria indo além e influenciando movimentos artísticos como o Surrealismo e o Teatro Absurdo. Por conta de uma estética vanguardista e de uma visão sarcástica da sociedade, Ubu Rei se tornaria um marco da dramaturgia moderna.

- Publicidade -

Versão ‘abrasileirada’ da peça

Sebastian Marques, responsável pelo Inventor de Sonhos, é o primeiro a adaptar o clássico para o teatro de bonecos (mamulengo) e a “abrasileirar” os personagens da trama. 

A Associação Cultural dos Mamulengueiros Artesãos de Glória de Goitá esculpiu os bonecos em mulungu (um tipo de madeira ao mesmo tempo macia e consistente), chamados mamulengos – fantoches típicos do Nordeste –, especialmente comuns no estado de Pernambuco.

Sebastian, porém, optou por fugir das regras fixas (e dos arquétipos) que determinam a personalidade de cada mamulengo. 

“Em Ubu Rei! Uma metáfora mamulenga, os bonecos possuem características jamais vistas em outro trabalho dessa natureza, uma vez que se trata de criação exclusiva para esta versão. Através do riso, a peça narra a história de Pai Ubu, o anti-herói, que, guiado pelos caprichos de Mãe Ubu, sua esposa, decide destronar o rei e roubar-lhe a coroa. Com trilha sonora original, Ubu Rei volta com um toque abrasileirado e mais atual do que nunca”, diz.

(Divulgação/Inventor de Sonhos)
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -