- Publicidade -
- Publicidade -
30 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Músicos para integrar nova orquestra de Santa Catarina podem se inscrever até segunda-feira 

Edital de processo seletivo da Orquestra Filarmônica Catarinense prevê remuneração mensal de R$ 10 mil e seleciona 17 instrumentistas de cordas

Músicos interessados em concorrer a uma vaga na Orquestra Filarmônica Catarinense (OFiC), que está em formação para início de atividades no primeiro quadrimestre deste ano, podem se inscrever até segunda-feira (15). 

O edital de seleção internacional de 17 instrumentistas de cordas, que serão contratados para a formação do corpo fixo da orquestra, além de 10 músicos suplentes, está disponível no site www.oficmusic.com e pelo Instagram @oficmusic.

A nova orquestra, com direção artística do pianista Pablo Rossi, atuará com ações educativas, sociais, inovação tecnológica e sustentabilidade, mantendo um cronograma mensal de apresentações gratuitas em várias regiões do Estado e com sede física no bairro Pedra Branca, em Palhoça. Após o período de inscrições, a divulgação dos aprovados na pré-seleção irá acontecer até o dia 1° de fevereiro.

- Publicidade -

Os músicos contratados deverão residir na Grande Florianópolis e devem começar os ensaios logo após o encerramento de todas as fases do processo seletivo, que incluirá análise de currículos, de vídeos, audições e entrevistas presenciais. 

Acima da média do mercado, a remuneração dos instrumentistas será de pelo menos R$ 10 mil por mês, desde que cumpram a carga horária mínima de trabalho prevista, de 25 horas semanais.

Além das apresentações gratuitas, os concertos da nova orquestra serão gravados e disponibilizados no Youtube, garantindo acesso ainda mais amplo à música clássica. 

“A OFiC terá uma programação socioeducacional maior do que a temporada comercial de concertos, reforçando o nosso compromisso com a democratização e universalização dos bens culturais”, destaca Rossi, que está à frente da Associação Orquestra Filarmônica Catarinense, junto com Marcelo Azevedo, Diretor-Presidente, Luiz Moukarzel, Diretor Executivo, e Vanessa Ferraudo, Coordenadora do Núcleo Social e Sustentabilidade.

O Júri da fase de pré-seleção é formado por Pablo Rossi, por Luiz Ekke Moukarzel e pelo Coordenador Musical convidado, Roberto Ring, violoncelista e produtor musical, fundador da Stravinsky Produções, que organiza concertos de música clássica no Brasil. Ring atua como camerista ao lado de alguns dos melhores músicos do país e do exterior. 

O Júri é responsável por analisar os currículos, vídeos e experiência dos candidatos em orquestra, classificando-os para as audições, na segunda fase do processo seletivo.

Fonte: Alvo Conteúdo Relevante

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -